Chapada: Homem com mais de 14 queixas de agressão e preso por tráfico no Capão está solto

Postado em set 29 2017 - 5:33pm por Jornal da Chapada
capão

Documentos dos registros de agressão verbal e ameaças de agressão física foram enviados para nossa equipe de reportagem, que manteve o sigilo das vítimas | FOTO: Jornal da Chapada |

Um homem de 52 anos preso por policiais civis da 13ª Coordenadoria Regional de Polícia (Coorpin) acusado de tráfico de drogas no Vale do Capão, no município de Palmeiras, na Chapada Diamantina, em agosto se encontra livre, mesmo com mais de 14 queixas de agressões, segundo denúncias feitas ao Jornal da Chapada. Documentos dos registros de agressão verbal e ameaças de agressão física foram enviados para nossa equipe de reportagem. Há denúncias também de ameaças de morte contra duas mulheres e roubo.

O homem é acusado de difamação, injúria, ameaças e agressão e responde por esses crimes na justiça, o processo está em andamento no Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA). Na época em que foi preso os policiais cumpriram mandado de busca e apreensão a partir de uma representação feita pela delegacia de Palmeiras diante de denúncias anônimas de que ele estaria vendendo maconha dentro de peixes que são vendidos em seu criadouro.

As denunciantes afirmam que as ameaças continuam agora que ele foi solto. “Esse cidadão já está solto, mesmo depois de ter 14 queixas de agressão física e psicológica, roubo e ameaças de morte contra duas mulheres”, diz indignada uma das vítimas. O Jornal da Chapada manteve o anonimato dos denunciantes, do denunciado e recolheu toda a documentação apresentada para produção da matéria.

À época em que o acusado foi preso por tráfico, policiais apreenderam com ele 848 gramas de plantas de maconha, 244 gramas prontas para o consumo, além de 34 gramas de semente e 55 vasos para plantar a erva.

“Foi encontrada ainda uma estufa na parte superior da residência com todos os apetrechos para o plantio de maconha, com vários vasos de plantas com sementes de maconha”, apontava texto da Polícia Civil assinado pelo delegado Paulo Henrique de Oliveira. Embora o homem tenha alegado que toda a maconha era para consumo próprio, o delegado Paulo Henrique ratificou a prisão em flagrante.

Jornal da Chapada

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

1 Comentário Sinta-se livre para participar desta conversa.

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.