#Brasil: Tarifas de energia devem ficar até 50% mais caras, segundo informações da Aneel

Postado em maio 22 2019 - 1:00pm por Jornal da Chapada

As mudanças começam a valer a partir do dia 1º de junho | FOTO: Divulgação |

A bandeira tarifária, sobretaxa que é aplicada na conta de luz quando o custo da energia sobe por falta de chuvas, ficará até 50% mais cara a partir de junho, segundo resolução da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) publicada na última terça-feira (21). A Aneel determinou que o valor aplicado na bandeira amarela subirá de R$ 1,00 para R$ 1,50 a cada 100 Kwh consumidos – um avanço de 50%. A bandeira vermelha no patamar 1 subiu de R$ 3 para R$ 4 – aumento de 33,3%. A bandeira vermelha no patamar 2 teve alta de 20%: de R$ 5 para R$ 6.

As mudanças começam a valer a partir do dia 1º de junho. Neste mês de maio, as contas de luz já ficaram mais caras, já que a bandeira amarela entrou em vigor pela primeira vez no ano. A Aneel explicou que o aumento ocorreu porque houve uma atualização da metodologia do cálculo do chamado risco hidrológico. Com isso, o consumidor passará a pagar parte dos custos quando a energia estiver mais cara devido à falta de chuvas.

A agência lembrou que o tema passou por audiência pública que recebeu 56 contribuições, das quais 36% foram acatadas integralmente e 2% parcialmente. O sistema de bandeiras tarifárias foi criado em 2015 pela Aneel como forma de recompor os gastos extras com a utilização da energia gerada por meio de usinas térmicas, que é mais cara do que a de hidrelétricas. Jornal da Chapada com informações de O Globo.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.