CidadesCuriosidadesMenu PrincipalMundo
Trending

Chapada: Hospital Municipal de Piatã corre o risco de fechar após denúncias de irregularidades; mudança de prédio é cogitada

Secretário de Saúde diz que a prefeitura não tem condições de cumprir as exigências do governo estadual para funcionamento como hospital

Em entrevista à rádio ‘Cidade de Piatã’, o secretário de Administração e Finanças, Marcos Paulo, revelou que a prefeitura pode ter de fechar o Hospital Municipal de Piatã, na Chapada Diamantina. A entrevista ocorreu no último sábado (14), no programa ‘Polêmica’ na emissora da região chapadeira e, segundo o secretário, a situação é registrada após agentes do governo estadual receberem denúncia de irregularidades nas instalações. Uma equipe de técnicos ficou na cidade durante três dias para averiguar a situação da unidade de saúde e o intuito era de autuar e fechar o equipamento.

A prefeitura de Piatã recebeu um prazo de 30 dias para que o hospital se adeque conforme legislação, que envolve uma série de detalhes, como salas pós-cirurgia, pós-parto, adequação em sala de raio-x, separação de material, salas de recuperação para adultos com divisão por gênero. Porém, o município não possui recursos para atender as exigências. “O governo estadual repassa para o município em média R$270 mil e gastamos com o hospital mais de R$ 400 mil”, salienta Marcos Paulo.

Já se passaram 10 dias e, de acordo com o secretário municipal, a solução encontrada no momento é tentar voltar para as instalações do antigo hospital | FOTO: Reprodução/Flávia Silva |

Já se passaram 10 dias e, de acordo com o secretário municipal, a solução encontrada no momento é tentar voltar para as instalações do antigo hospital. Mas a prefeitura aguarda nova decisão da Secretaria Estadual de Saúde (Sesab). As obras já iniciaram, mas com certeza o tempo não será suficiente, conforme detalha Paulo. Ele completa dizendo que a gestão deve novamente procurar o governo estadual e pedir mais tempo para a adequação.

“Teremos muitas dificuldades para atender as exigências de transformar em um hospital. Para ter um hospital como determina as normas, não temos condições financeiras, mas se ficarmos sem nosso hospital, será um caos total” completa Marcos Paulo. Segundo as normas, a prefeitura precisaria de no mínimo R$6 milhões para construir um novo hospital, o que com certeza é inviável para qualquer município do porte de Piatã.

Jornal da Chapada

Ouça a entrevista completa

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios
Pular para a barra de ferramentas