AssessoriaCidadesCuriosidadesMenu Principal
Trending

Chapada: Tubulação de esgoto que cruza o Rio Lençóis ameaça se romper; moradores pedem solução da Embasa

“Ano passado foram duas ocorrências, que não podemos chamar de acidentes, diante da previsibilidade. Qualquer leigo pode perceber que essa gambiarra não suporta a força de um rio cheio. Não precisa muito, basta a água subir um metro para espalhar fezes rio abaixo”, aponta um morador da cidade.

Um tubo de esgoto que cruza o Rio Lençóis, no município de mesmo nome, na Chapada Diamantina, está ameaçado de romper, caso o rio suba. A denúncia foi feita por Reginaldo Marinho, um morador do município chapadeiro, em postagens em rede social. A reclamação dele ganhou força após comentários de internautas que reforçaram a denúncia.

Em uma das publicações, Marinho afirma que não é necessário que o rio suba muito para que a tubulação se rompa e que o esgoto seja derramado diretamente no rio. “A tubulação de esgoto da [Empresa Baiana de Águas e Saneamento S.A.] Embasa que atravessa o Rio Lençóis, no centro da cidade, está pronta para estourar quando o rio encher da próxima vez”, disse ele na postagem.

A reclamação ganhou força após comentários de internautas que reforçaram a denúncia | FOTO: Reginaldo Marinho |

Segundo o morador, caso a situação ocorra, não se poderá chamar de acidente, já que o fato já ocorreu em outras oportunidades. “No ano passado foram duas ocorrências, que não podemos chamar de acidentes, diante da previsibilidade. Qualquer leigo pode perceber que essa gambiarra não suporta a força de um rio cheio. Não precisa muito, basta a água subir um metro para espalhar fezes rio abaixo”, continuou ele.

Em outra postagem, Reginaldo publica uma foto que teria sido registrada logo após um dos rompimentos. “No dia 11 de julho de 2019, eu publiquei esta foto logo após o rio ter derrubado a estrutura anterior, que suportava a tubulação de esgoto”, descreve ele.

“Pode-se ver que a estrutura destruída era mais estável do que atual, tratada como provisória. Até quando vamos ter que conviver com esse improviso? O rio não marca hora para encher. O posicionamento da Embasa tem se mostrado negligente com esse problema, que precisa ser solucionado de forma segura e definitiva. Se a empresa especializada em tratamento de água e esgoto não tem engenheiro civil capaz de apresentar uma solução tão simples, que contrate um profissional”, finaliza Marinho questionando a empresa.

O outro lado
O Jornal da Chapada entrou em contato com a assessoria de comunicação da Embasa, que solicitou que a denúncia fosse enviada por e-mail para que fosse encaminhada para a unidade que atende a região. Até a publicação dessa matéria, a resposta não foi enviada.

Jornal da Chapada

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios
Pular para a barra de ferramentas