Pular para a barra de ferramentas
AssessoriaCidadesCuriosidadesMenu Principal
Trending

Chapada: Cavalos soltos na BR-242 colocam a vida de motoristas e dos próprios animais em risco

“Este é um alerta de interesse público! É preciso identificar e notificar os proprietários que permitem seus animais pastarem ao longo do acostamento da rodovia BR-242, colocando em perigo a vida do próprio animal, motoristas, motociclistas, ciclistas e pedestres”, diz motorista.

Moradores do município de Itaberaba, portal de entrada para a Chapada Diamantina, denunciam a presença recorrente de cavalos nas margens da BR-242, colocando em risco a vida dos motoristas e dos próprios animais. O ponto mais crítico fica situado nas proximidades do Posto Santa Helena, na altura de Itaberaba.

O trecho mencionado fica perto do posto policial da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o que não inibe os proprietários dos animais de os deixarem soltos e com a possibilidades de provocar novos acidentes já que outros aconteceram no local.

“Já está na hora das autoridades locais, mais especificamente a PRF, tomar providências contra esse problema dos animais na BR-242, altura do Posto Santa Helena. Durante a noite é comum cavalos pastarem livre no acostamento da via pondo em risco a vida de quem trafega pelo local”, diz professor de línguas em Itaberaba, Parisio Ferreira, durante contato com o Jornal da Chapada.

Ele relata que, além dos animais, outro problema torna a viagem na rodovia ainda mais perigosa. São os constantes buracos na pista que fazem com que os motoristas precisem desviar, fazendo com o que os riscos de atropelar um animal sejam ainda maiores.

“Quando não são os animais, são os buracos”, continua Parisio Ferreira. O morador sugere que os proprietários dos animais sejam identificados e notificados, que esse alerta é de interesse público e precisa chegar às autoridades.

“Este é um alerta de interesse público! É preciso identificar e notificar os proprietários que permitem seus animais pastarem ao longo do acostamento da rodovia BR-242, colocando em perigo a vida do próprio animal, motoristas, motociclistas, ciclistas e pedestres. Se não levarmos o problema ao conhecimento das autoridades responsáveis, provavelmente ele ficará sem solução”, finaliza Ferreira.

Jornal da Chapada

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios