Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolítica
Trending

#Chapada: “Não é hora de procurar culpados”, minimiza o prefeito de Palmeiras ao falar do primeiro caso de Covid-19 na região

O gestor chapadeiro mudou o discurso e disse que publicará novo decreto com medidas incisivas em favor do isolamento social.

A fala do prefeito de Palmeiras, Ricardo Guimarães (PSD), para minimizar a confirmação de um caso de Covid-19 no município da Chapada Diamantina foi: “A situação é mais grave do que a gente imagina”. Ele conversou com o site Bahia Notícias, nesta quinta-feira (2), após ser procurado para tratar do assunto. A confirmação causou preocupação em todos e o gestor foi pressionado por moradores que o acusam de omissão (veja aqui), devido aos riscos que foram submetidos. O prefeito, no entanto, mudou o tom e informou que “não é hora de procurar culpados”.

“Não é hora de procurar culpados, mas o Hospital Regional de Seabra não comunicou corretamente a gente. Estamos com o laudo de alta dele, no dia 22 de março. Ele já está isolado, mas a mãe dele é nossa técnica de enfermagem e estava trabalhando em uma unidade nossa. Ela foi acompanhante dele no hospital e os médicos lá tiveram contato com eles sem EPI [equipamentos de proteção individual]”, disse o prefeito, que preservou a identidade do contaminado.

Moradores denunciaram que obras estavam sendo realizadas no Vale do Capão a mando do prefeito | FOTO: Divulgação |

Segundo informações, o prefeito revelou ainda, que apesar do comércio está quase todo fechado no município, incluindo no Vale do Capão, um novo decreto deve ser publicado pela prefeitura nesta sexta-feira (3), com medidas ainda mais incisivas em favor do isolamento social. “Estamos funcionando apenas o essencial. O que está aberto é apenas supermercado e farmácia, basicamente. E eles foram orientados. Não estão entrando mais de cinco pessoas. A gente está tomando muito cuidado”, finalizou Guimarães.

Conforme os moradores, o prefeito teria informado que obras no Vale do Capão continuariam porque a economia não poderia parar (veja aqui). O caso confirmado pelas prefeituras de Palmeiras e Seabra não está contabilizado no boletim oficial da Secretaria Estadual de Saúde (Sesab), divulgado nesta quinta (veja aqui). Procurada pelo Bahia Notícias, a Sesab disse não comentar situações específicas. “Nosso boletim é referente aos casos confirmados pelo Laboratório Central de Saúde Pública [Lacen-BA]. Se o caso for de fato confirmado, deve sair no próximo boletim. Não damos informações sobre casos isolados”, respondeu. Jornal da Chapada com dados do site Bahia Notícias.

Prefeitura de Palmeiras publicou esclarecimentos nesta quinta

Leia também

Chapada: População de Palmeiras está indignada com omissão sobre caso de Covid-19 na região

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios