Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesEsportesMenu PrincipalTop
Trending

#Chapada: Denúncias de clientes geram operação contra adulteração de combustíveis em postos de Morro do Chapéu

As acusações ocorreram por parte de clientes que apresentaram problemas mecânicos em seus carros depois de abastecerem nos postos de Morro do Chapéu.

Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), uma operação de combate a adulteração de combustível coletou amostras de gasolina e etanol de três postos do município de Morro do Chapéu, na Chapada Diamantina. A ação aconteceu na última quarta-feira (21). A força-tarefa composta pela PRF, Polícia Civil e Militar da Bahia, Ministério Público do Estado da Bahia e Agência Nacional de Petróleo, fiscalizou estabelecimentos comerciais após denúncias de venda de combustível adulterado.

As acusações ocorreram por parte de clientes que apresentaram problemas mecânicos em seus carros depois de abastecerem nos postos de Morro do Chapéu. Amostras já foram coletadas e serão analisadas em laboratório para verificar se o combustível atende aos padrões exigidos pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Amostras já foram coletadas e serão analisadas em laboratório | FOTO: Divulgação |

De acordo com a PRF, uma viatura da polícia civil, além do carro de um delegado e de um escrivão da Polícia Civil também apresentaram problemas, como perda da capacidade de arranque e falhas de ignição, após abastecerem nos locais suspeitos de adulteração dos combustíveis.

Na ação também foram apuradas possíveis infrações administrativas. Ninguém foi preso na operação e os estabelecimentos continuam funcionando. As multas chegam a até R$35 mil aos donos dos estabelecimentos. Um inquérito policial foi aberto e as investigações continuam. Jornal da Chapada com informações do G1 da PRF.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios