CidadesCuriosidadesEditorialMenu Principal
Trending

#Polêmica: Deputado do DEM classifica concessionária responsável pelas BR-324 e 116 de “Via assassina Bahia”

Leur Lomanto Jr cobra duplicação da BR-116 e sugere que o governo federal cancele contrato com empresa atual.

O deputado federal Leur Lomanto Jr (DEM), demonstrou indignação com a ausência de cumprimento por parte da Via Bahia, em relação às promessas de intervenções que modernizassem os serviços e melhorassem trechos das BR-324 e 116, no estado. Lomanto Jr. diz que a concessionária deveria ser chamada de “Via assassina Bahia” pela falta de compromisso, principalmente em melhorar os trechos perigosos, a exemplo da Serra do Mutum entre os municípios de Jequié e Jaguaquara, onde tragédias têm se repetido.

O deputado citou um grave acidente ocorrido entre o Km 644, da BR-116, na descida da Serra do Mutum, no último sábado (1º) a noite, envolvendo três caminhões. Os veículos colidiram e logo em seguida pegaram fogo, causando transtorno aos motoristas e longo engarrafamento nos dois sentidos. Diante das ocorrências, o parlamentar voltou a apelar pela obras de duplicação nesse trecho, onde são altos os índices de acidentes.

O parlamentar baiano, Leur Lomanto Jr | FOTO: Divulgação |

“É urgente a necessidade de duplicação desse trecho da 116, onde continuam ocorrendo graves acidentes, oferecendo sérios riscos para os motoristas por causa da presença de muitas curvas e descidas íngremes. Há muito tempo a população da região vem clamando por essas obras que vão oferecer com certeza mais segurança para quem transita pelo trecho. É inadmissível que depois de tantos anos, a Via Bahia não esteja cumprindo aquilo que lhe cabe no contrato. São vidas que estão sendo expostas e colocadas em risco todos os dias”, afirmou.

O deputado voltou a defender que o Governo federal desfaça o contrato com a empresa que começou a operar na Bahia no ano de 2009. “São lamentáveis as irregularidades e a falta de cumprimento de alguns itens do contrato por parte da empresa, fatores que justificam a urgência no cancelamento de sua operação”, enfatizou. As informações são de assessoria.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios