Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolítica

Valmir encontra com Lula em São Paulo e aponta avanços na luta pela terra

valmir
Valmir Assunção recepciona Lula na Escola Nacional Florestan Fernandes | FOTO: Mayra Lima |

Durante visita à Escola Nacional de Formação Florestan Fernandes, do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), em São Paulo, nesta quarta-feira (21), o deputado federal Valmir Assunção (PT-BA) e o ex-presidente Lula conversaram sobre os avanços necessários para a pauta da reforma agrária continuar nos debates da sociedade e dos governos. Lula conheceu as dependências da instituição que completa dez anos esta semana e conversou com a militância do movimento sobre o cenário político brasileiro e latino-americano. Para Valmir, é fundamental a construção da unidade da luta entre partidos e movimentos de esquerda para garantir reformas estruturais, como a própria reforma agrária, urbana, tributária e dos meios de comunicação.

“Foi, acima de tudo, um momento de comemoração, já que a Florestan Fernandes completa 10 anos e nada mais importante que receber Lula para abrilhantar esse evento. Mas também foi um momento de diálogo com o movimento para reafirmar posições importantes na luta por mais políticas públicas e por mais inserção sociocultural. Lula destacou a importância do Brasil para o processo das transformações progressistas na América Latina e comentou que a vitória de Dilma é importante para seguir esse processo em outros países do continente. Ele ainda falou que teremos um bom período de lutas pela frente em todas as pautas que o governo propor”, detalha o parlamentar Valmir Assunção.

lula
Lula planta árvore em Escola do MST em São Paulo | FOTO: Divulgação |

O ex-presidente Lula ganhou uma cesta de produtos agroecológicos e livros produzidos pelo movimento e também plantou uma árvore no bosque da escola durante sua visita à unidade do MST. Para Lula, a atuação dos movimentos sociais “fará a diferença” neste próximo período. Ele defendeu a imprescindibilidade da reforma política e a necessidade da unidade da esquerda para o avanço das conquistas para os trabalhadores brasileiros. “O papel do movimento social é não ser subserviente ao governo. Não se pode abrir mão de defender os interesses do movimento que representa”, completa. A Escola Nacional Florestan Fernandes oferece cursos de formação política e técnica para assentados e acampados, além de trabalhadores de outras organizações do Brasil e da América Latina.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios