Secretaria da Educação amplia projeto de prevenção às drogas nas escolas

Postado em abr 13 2015 - 11:26am por Jornal da Chapada
educação

O lançamento da nova etapa do projeto acontece na terça-feira (14), às 8h, em videoconferência no Instituto Anísio Teixeira (IAT), na Avenida Paralela, em Salvador | FOTO: Reprodução |

O Projeto de Prevenção do Uso Abusivo de Drogas em Ambientes Escolares, uma parceria entre a Secretaria da Educação do Estado e a Universidade Federal da Bahia (Ufba), passa a atender, além de Salvador, região metropolitana da capital e Feira de Santana, os municípios de municípios Vitória da Conquista (sudoeste), Jequié (centro sul), Barreiras (oeste), Juazeiro, Paulo Afonso (Vale do São Francisco), Itabuna (sul), Eunápolis (extremo sul), Valença (baixo sul) e Alagoinhas (nordeste). O lançamento da nova etapa do projeto acontece na terça-feira (14), às 8h, em videoconferência no Instituto Anísio Teixeira (IAT), na Avenida Paralela, em Salvador, com retransmissão para as demais localidades. O projeto busca promover a prevenção junto a estudantes e reduzir os danos causados pelo uso de álcool e substâncias psicoativas. O médico, professor e pesquisador da Universidade de Medicina da Ufba, Tarcísio Andrade, coordenador do projeto pela Ufba, ressalta que “essa situação permeia toda a sociedade”.

Ele destaca que a iniciativa contribui para o processo educacional, inclusive, no sentido de combater preconceitos e discriminação com estudantes das escolas públicas. “É um equívoco achar que a droga está relacionada apenas à escola pública. Esse estigma não pode existir”. O médico diz que não conhece outro projeto como este no País. “Ele tem um grande diferencial, que é a sua característica prática. Nós temos um primeiro momento, teórico, mais voltado para a sensibilização dos professores e gestores. Posteriormente, desenvolvemos um trabalho de supervisão nas escolas, buscando uma solução conjunta para as questões e a formação de grupos de trabalho, com a participação de professores, gestores e estudantes”. Segundo Andrade, os grupos sustentam as ações nas escolas. Estes profissionais continuam o trabalho no cotidiano, identificando as situações e estando melhor preparados para lidar com elas.

Famílias
A participação das famílias na vida escolar dos filhos, conforme prevê o programa Educar para Transformar – Um Pacto pela Educação, lançado pelo governador Rui Costa, na semana passada, também é estimulada pelo projeto, de acordo com Tarcísio Andrade. “Este programa do Governo do Estado é importante por incentivar, em especial, as famílias na educação dos jovens. Também faz parte do papel da escola orientar os pais na condução de situações que envolvam o uso de drogas, para que eles possam saber como lidar com estes desafios”.

Adesão ao projeto
Os diretores das escolas nas cidades que serão atendidas pelo projeto precisam aderir, por meio do preenchimento de ficha de inscrição, disponível no Portal da Educação, que deverá ser enviada para o email [email protected]

Telecorad
Uma outra ação do projeto, disponível para todo o estado, é a Central de Orientações e Referências em Atenção ao Uso de Álcool e Outras Drogas (TeleCorad). Com atendimento gratuito aos profissionais da área de Educação, a iniciativa funciona como uma central telefônica, que pode ser acionada pelo número 0800-075-5547, com a garantia do anonimato. A ferramenta oferece ainda informações e orientações para encaminhamentos aos serviços de saúde, assistência social e assistência jurídica.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.