Vitória perde Ba-Vi, mas é campeão baiano sub-20

Postado em maio 1 2015 - 8:25pm por Jornal da Chapada
vitor

| FOTO: Felipe Santana/Bahia Notícias |

O Vitória construiu uma boa vantagem no jogo de ida, após vencer por 2 a 0, e isso fez a diferença. Nesta sexta-feira, em Pituaçu, o Bahia derrotou o maior rival por 2 a 1, mas o placar não foi suficiente. O rubro-negro, mesmo com a derrota, conquistou o Campeonato Baiano sub-20 de 2015. Muitos erros, nervosismo e pouca criatividade. Apenas aos 12, após troca de passes, o zagueiro Ramon apareceu de maneira providencial e evitou o passe para Jacó, que ficaria livre dentro da pequena área.

Jogo
O Bahia corria, buscava espaço, mas a defesa do Vitória estava muito bem posicionada. Não cedia espaços ao adversário. Aos 24 minutos, em jogada pela direita, o atacante Léo Ceará encheu o pé e o goleiro Igor espalmou. No escanteio, a defesa do Bahia dormiu e deixou o zagueiro Ramon sozinho. Para azar rubro-negro, o camisa 3 furou e não conseguiu a finalização.

Vitória na frente
Em cruzamento na área, aos 32 minutos, o zagueiro Rodrigo puxou o atacante Rafaelson e o árbitro marcou pênalti. David, com categoria, caminhou lentamente em direção a bola e a colocou na canto direito, sem chances para Igor: Vitória 1 a 0.

O tricolor levou grande perigo à meta adversário com o centroavante Jacó. O camisa 9 fez boa jogada individual, passou por dois e acertou em cheio o travessão, depois de chute com a perna direita. A referência do ataque do esquadrão, porém, decepcionou depois do fim do primeiro tempo. Ele e o zagueiro Vinicius, do Vitória, foram expulsos.

Segundo tempo
O segundo tempo começou movimentado. Com menos de 10 minutos foram três chances. Pelo Vitória, o meia David bateu de fora e o goleiro Igor defendeu. Pouco depois, o chute do atacante Gabriel saiu pela linha de fundo.

O tricolor respondeu com Alexandro. O atacante, da entrada da área, arriscou o chute mas sem muita direção. O rápido camisa 7, pouco depois, seria derrubado pelo zagueiro Léo Xavier: pênalti para o Bahia. Rodrigo, que havia entrado minutos antes, bateu e o goleiro Wallace defendeu. No rebote, o camisa 20 finalizou e deixou tudo igual. O gol não abalou o Vitória. Aos 17, o rápido atacante Gabriel soltou uma bomba e a bola passou por cima da meta.

Bahia vira o jogo
O tricolor tentava o empate a qualquer custo. Aos 22, após cobrança de escanteio, a bola sobrou para Mário na entrada da área. O camisa 19 bateu fraco e colocou nas mãos do goleiro Wallace. Pouco depois a virada saiu. Lançamento longo para grande e o goleiro Wallace, ao tentar encaixar, se bateu com o zagueiro Ramon. A bola sobrou para o centroavante Rodrigo, sem goleiro, colocar para o fundo da rede: Bahia 2×1.

Aos 30, de novo pela beira do campo, o esquadrão assustou. Índio construiu o lance pelo meio e tocou para Mário. Ele, ao invés do passe para Rodrigo, chutou errado e facilitou a vida do goleiro Wallace. O rubro-negro logo respondeu à altura. Gabriel entrou na área, chutou cruzado e o goleiro Igor brilhou. Extraído na íntegra do Bahia Notícias.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.