Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesEditorialMenu Principal

Salvador: Metrô avança com autorização de obras na Avenida Paralela

foto
Governador Rui Costa, presidente da CCR Metrô Bahia, Luis Valença, prefeito de Salvador, ACM Neto | FOTO: Reprodução/Carlo Garcia/Secom |

O Sistema Metroviário Salvador-Lauro de Freitas chega a uma nova e importante etapa com as obras da Linha 2 na Avenida Paralela. O governador Rui Costa autorizou o início das intervenções, nesta quinta-feira (11), quando o sistema de transporte completa um ano de operação. O ato foi realizado no auditório da Procuradoria Geral do Estado (PGE), no Centro Administrativo da Bahia (CAB), com a presença do prefeito de Salvador, ACM Neto, que entregou o alvará municipal. As obras terão início imediato.

“Até 2017, a capital baiana terá 41 quilômetros de metrô e, com as intervenções urbanas, como as da região do Hospital Sarah e da Paralela, das avenidas 29 de março e Gal Costa, o VLT do Subúrbio e o BRT, não tenho dúvida de que teremos a maior e melhor mobilidade urbana entre todas as capitais brasileiras”, disse Rui Costa. A solenidade também teve a participação dos secretários estaduais da Casa Civil, Bruno Dauster, e de Desenvolvimento Urbano, Carlos Martins, além do prefeito de Lauro de Freitas, Márcio Paiva.

Pelo canteiro central da Avenida Paralela vai passar o maior trecho da Linha 2 do sistema metroviário, ligando o Acesso Norte, em Salvador, ao município de Lauro de Freitas. A previsão é que cerca de três mil novos empregos sejam gerados com a ampliação das intervenções. As obras na avenida também incluem a construção de dez novas passarelas, além de reforma e adequação de outras passarelas já existentes.

Com 20,7 quilômetros de extensão, a Linha 2 do metrô terá 12 estações – Detran, Rodoviária, Pernambués, Imbuí, CAB, Pituaçu, Flamboyant, Tamburugy, Bairro da Paz, Mussurunga e Aeroporto. Estão previstas ainda a construção de quatro terminais de integração (Acesso Norte, Rodoviária, Pituaçu e Aeroporto) e a reforma de outros dois (Rodoviária Norte e Mussurunga). A Estação Acesso Norte, que servirá de ligação entre as duas linhas do sistema, está passando por reforma para realocação do terminal de integração de ônibus, que terá 19 baias de ônibus numa área de 15 mil metros quadrados.

Intervenções
Nesta segunda etapa de obras da Linha 2, a concessionária CCR Metrô Bahia vai instalar novos canteiros de obras a partir da região de Pernambués e no canteiro central da Paralela. Em seguida, serão iniciados os trabalhos de topografia, limpeza de terrenos e terraplanagem.

Todas as estações terão arquitetura moderna, com amplos espaços, iluminação natural e paisagismo integrado à avenida, que ganhará um parque linear com ciclovia, pista de cooper e a revitalização de jardins e mais de cinco mil árvores. O projeto inclui três novos retornos, além de intervenções no entorno da Estação Pernambués.

Mais de seis milhões de embarques foram registrados no primeiro ano de funcionamento do metrô. A Linha 1 do sistema opera atualmente com 9,7 quilômetros de extensão entre os terminais da Lapa, Campo da Pólvora, Brotas, Acesso Norte, Retiro e Bom Juá. Quatro mil operários já trabalham nas obras de ampliação da Linha 1 até Pirajá – próxima estação a ser inaugurada – e na construção da Linha 2.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios