Gestores do Conselho de Cultura participaram do Fórum da Chapada Diamantina

Postado em ago 6 2015 - 6:55pm por Jornal da Chapada
cultura

Na ocasião, os gestores do Conselho ainda observaram a organização de grupos de trabalhos temáticos que definirão as metas, estratégias e ações no campo da cultura | FOTO: Meramente Ilustrativa/Arquivo/Ytana Mayanna |

Agentes culturais de diversos municípios participaram, nos dias 4 e 5 de agosto, do Fórum Territorial de Cultura da Chapada Diamantina, em Seabra. O evento reuniu pessoas engajadas em planejar e discutir as políticas públicas e os espaços de participação social na gestão cultural. Os gestores do Conselho Estadual de Cultura estiveram presentes e reforçaram a importância da aproximação entre o órgão e os atores da cadeia produtiva da cultura. O presidente do Conselho Estadual de Cultura, Márcio Ângelo Ribeiro, e o vice-presidente Emílio Carlos Tapioca marcaram presença na terça-feira (4), na roda de abertura, ocasião na qual houve apresentação do panorama da cultura na Chapada Diamantina.

Ambos presenciaram ainda o início do diálogo focado no Plano Territorial de Cultura da Chapada Diamantina (PlanTe Cultura Chapada), documento que será incorporado à atualização do Plano Territorial de Desenvolvimento Sustentável (PTDS) do território, ferramenta de gestão social para orientação de investimentos e políticas públicas destinadas à Chapada Diamantina.

Na ocasião, os gestores do Conselho ainda observaram a organização de grupos de trabalhos temáticos que definirão as metas, estratégias e ações no campo da cultura. Além disso, foi realizada a estruturação da Câmara Técnica de Cultura da Chapada Diamantina. Dentre os três grupos de trabalhos temáticos organizados durante a atividade estão: Patrimônio e memória, Gestão e economia da cultura e Linguagens Artísticas.

Democrático
O presidente Márcio Ângelo Ribeiro defende que a participação no evento fortalece o diálogo entre os dirigentes culturais municipais, algo crucial na gestão do Conselho para o biênio de 2015 e 2016. O presidente representou o Conselho no processo de criação das Câmaras Temáticas de Cultura, que serão fortalecidas pela SecultBa na garantia dos cumprimentos das demandas criadas por elas.

“A minha participação serviu como medidor de como ainda precisamos avançar no que diz respeito aos Sistemas Municipais de Cultura na Chapada Diamantina, principalmente, ao que se refere à participação do poder público nas políticas culturais”, revelou o presidente. Além dos conselheiros estaduais de cultura, estiveram presentes na mesa de abertura do fórum, os representantes territoriais de Piemonte do Paraguaçu e Piemonte da Diamantina, e os dirigentes municipais de Andaraí, Palmeiras, Belo Horizonte e Ibitiara. Com informações da Secult-BA.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.