CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolítica

Governo baiano alinha estratégias para combate aos incêndios na Chapada Diamantina

foto5
Governador Rui Costa, secretário de Meio Ambiente e comandante dos Bombeiros sobrevoam as áreas de incêndio na Chapada Diamantina | FOTO: Manu Dias/GOVBA |

O governador Rui Costa sobrevoou na manhã desta terça-feira (17) as áreas incendiadas na Chapada Diamantina para acompanhar in loco as ações de combate ao fogo, que têm sido realizadas há mais de 20 dias em trechos afetados pelas chamas. O incêndio florestal, que chegou a atingir dois mil hectares de mata, está sendo controlado aos poucos, após o início das atividades de uma força-tarefa, envolvendo Corpo de Bombeiros, Exército Brasileiro e brigadistas voluntários. “Pude presenciar o esforço gigantesco de todos os envolvidos. São pontos isolados de incêndio, o que dificulta no transporte de pessoas e água, mas o incêndio está controlado. Temos uma estrutura poderosa para o combate do fogo e vamos continuar lutando pela extinção do mesmo”, afirmou Rui.

Em Lençóis, o governador também se reuniu com prefeitos de dez municípios baianos para o alinhamento das estratégias de enfrentamento ao fogo. Diante da suspeita de um incêndio criminoso, o governador anunciou que irá aprofundar as investigações com a Polícia Civil. “Vou falar com o secretário da Segurança Pública, Maurício Barbosa, para enviar agentes da Polícia Civil para investigarmos a fundo esses incêndios. Eles acontecem todo ano, mas os dois maiores focos do incêndio aconteceram à margem da BA -242 e tem indícios de que foram provocados intencionalmente, e isso não pode acontecer”.

Leia também
Brigadistas cobram prevenção contra incêndios na Chapada Diamantina; fogo segue destruindo a região
Frente fria pode fazer chover na Chapada Diamantina nos próximos dias
Está parecendo uma ‘Torre de Babel’, diz presidente da Cifa sobre combates aos incêndios na Chapada
Rui Costa vai sobrevoar a Chapada Diamantina e debater ações de combate aos incêndios

foto56
| FOTO: Manu Dias/GOVBA |

No último sábado (14), o governador determinou a ida do secretário do Meio Ambiente, Eugênio Spengler, e do comandante-geral do Corpo de Bombeiros, Francisco Telles, à Chapada Diamantina para que ambos identificassem as medidas de emergência necessárias à solução definitiva do problema no território. Segundo Spengler, mesmo após dias de enfrentamento, a situação ainda é crítica, mas as equipes de combate ao fogo, trabalhando de maneira integrada, têm obtido bons resultados a cada dia. “Quando falamos de incêndio florestal, a situação é sempre crítica. Temos que estar atentos para não deixar o fogo se espalhar. Mas da maneira que estamos reduzindo as áreas de chamas, acredito que o incêndio seja extinto em poucos dias”, enfatizou o secretário.

Combate ao fogo
As ações pelo meio aéreo têm representado a principal força de combate ao fogo na Chapada Diamantina. Ao todo, dez aeronaves fazem o transporte de cerca de 20 mil litros de água por viagem, quantidade que deve aumentar com o apoio de duas aeronaves da Força Aérea Brasileira (FAB) que passam a atuar na região a partir desta semana. A cada viagem, somente as duas aeronaves têm capacidade para transportar 120 mil litros de água, que terão alcance a áreas onde não é possível chegar por terra. O reforço dos aviões da FAB, modelo Hércules, foi anunciado no último domingo pelo governador Rui Costa. Eles irão se juntar aos outros aviões Air Tractor e dois helicópteros já enviados à Chapada pelo Governo do Estado.

Confira vídeo do combate ao fogo:

Sete veículos, também enviados pelo Estado, estão sendo utilizados para transporte de bombeiros e brigadistas em áreas de difícil acesso, no combate às chamas na região. O suporte das aeronaves da FAB foi conseguido junto ao Ministério da Defesa, assim como outros equipamentos que ainda estão por vir. O Governo do Estado está trabalhando com 57 soldados praças dos bombeiros, 14 oficiais na função de coordenação e comando, sete técnicos da Secretaria do Meio Ambiente (Sema), por meio do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) e 50 brigadistas voluntários, em campo, combatendo as chamas diariamente

Também foi disponibilizado pelo Exército Brasileiro três carros-pipas, quatro jipes marruá para o transporte de equipamentos e pessoal. Juntamente com os equipamentos, o Exército envia 21 militares para que possam operar esses equipamentos. Este ano, o Governo do Estado já investiu cerca de R$ 7 milhões para combater esse tipo de ocorrência, e, nesse momento, conta com o apoio das prefeituras de Lençóis, Palmeiras, Wagner, Andaraí, Utinga e Iraquara. Os municípios participam das operações com a disponibilização de sete carros-pipas para que o fogo seja controlado o mais rápido.

Galeria de imagens da Secom:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Leia também:
ICMBio combate cinco focos de incêndios simultâneos no Parque Nacional da Chapada Diamantina
Fotos e vídeos: Visita de campo revela estragos dos incêndios na Chapada Diamantina; confira aqui
Chapada: Chamas voltam a atingir Ibicoara e combate é intensificado na região do Lacrau
Fogo deixa rastro de destruição na Chapada Diamantina; focos voltam em Ibicoara e Vale do Capão
Suspeito de atear fogo no Parque Nacional da Chapada Diamantina é detido pela polícia

Etiquetas
Mostrar mais

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
Pular para a barra de ferramentas