CidadesCuriosidadesMenu PrincipalSaúde

Frente fria pode fazer chover na Chapada Diamantina nos próximos dias

foto5
A intenção é que os incêndios florestais, que atingem a região da Chapada Diamantina, dentro e fora do Parque Nacional, sejam diminuídos | FOTO: Reprodução |

Para os próximos dias, as condições do tempo na Bahia deverão ter mudanças significativas. Isto se deve a atuação de uma frente fria que está se deslocando para Oceano Atlântico, o que irá aumentar, não só os índices de umidade, mas também as chances de ocorrer chuvas em várias regiões do Estado. No Oeste, São Francisco, Chapada Diamantina, Sudoeste e Sul é a passagem dessa frente fria que, somada as altas temperaturas e a umidade que vem da região Amazônica, também deverá contribuir para intensificar essas chuvas, podendo vir acompanhadas de trovoadas, sobretudo, no oeste baiano.

Vale ressaltar que, quando há ocorrência de trovoadas é recomendado evitar práticas de agropecuária ao ar livre, ficar próximo a carros, tratores, andando em motos ou bicicletas, ficar em campo aberto (como praias, campos de futebol) ou embaixo de árvores e perto de cercas. Com essa previsão, a expectativa é que os incêndios florestais, que atingem a região da Chapada Diamantina, dentro e fora do Parque Nacional, sejam diminuídos significativamente.

Por outro lado, para as regiões do Recôncavo, Norte e Nordeste, quem continua influenciando o tempo é uma massa de ar quente e seco que, mesmo enfraquecida, ainda deverá manter o céu parcialmente nublado a claro e com pouca possibilidade de chuvas. Segue o alerta que, além de inibir as chuvas, essa massa de ar também está contribuindo para manter as temperaturas elevadas, bem como, as chances de ocorrer focos de queimadas nessas áreas.

Mesmo com a previsão de chuvas para grande parte do Estado, as temperaturas se manterão elevadas em praticamente todas as regiões, a exemplo do Oeste e São Francisco onde são esperados os maiores índices (máximas de até 40°C). Ainda assim, temperaturas mais amenas também estão previstas para os próximos dias, principalmente nas áreas serranas das regiões Sudoeste e Chapada Diamantina, onde as mínimas poderão chegar aos 16°C.

Para a cidade de Salvador e região metropolitana, a previsão é de céu parcialmente nublado. No entanto, com a umidade vinda do Oceano Atlântico, associada às altas temperaturas (máximas de até 32°C), não se descarta a possibilidade de ocorrer chuvas fracas e passageiras, típicas dessa época do ano. A primavera é a estação de transição entre as estações de inverno e do verão, ou seja, nas primeiras semanas as temperaturas são mais amenas e com tempo seco (típica do inverno) e da metade para o final da estação essas temperaturas se elevam e as chuvas ficam mais intensas (típica de verão).

Também é nessa estação que há maior incidência de radiação solar e, consequentemente, dos Índices de Radiação Ultravioleta (IUV’s). Esse aumento pode ser visto na previsão para os dias 17/11 (terça-feira) e 18/11 (quarta-feira), quando os IUV’s deverão variar de 12 a 13. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), estes Índices fazem parte da categoria de intensidade “Extrema”, o que requer cuidados quanto à exposição prolongada à radiação solar, principalmente, nos horários das 10 às 16 horas, como: usar protetor/filtro solar, chapéus, bonés, óculos escuros e roupas leves.

Etiquetas
Mostrar mais

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Pular para a barra de ferramentas