Bahia: Remoção de veículos abandonados no interior deve evitar proliferação de mosquito da dengue

Postado em dez 18 2015 - 1:00pm por Jornal da Chapada
foto5

O MP recomenda que os municípios removam os veículos abandonados em ferros velhos | FOTO: Reprodução |

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) notificou na última quarta-feira (16) o município de Capim Grosso, na região da Chapada Diamantina, e os de Quixabeira e São José do Jacuípe, pertencentes à Bacia do Jacuípe. O objetivo é evitar a proliferação do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da tríplice epidemia (dengue, Chicungunya e Zika), essa última responsável pelos recentes casos de microcefalia em recém-nascidos. Além disso, o MP recomenda que os municípios removam os veículos abandonados em ferros velhos que não estejam regularizados com alvará de funcionamento ou alvará sanitário.

“Os prefeitos precisam ficar atentos a esses locais para evitar a proliferação dos mosquitos”, afirmou o promotor de Justiça Luciano Valadares. Ele complementou que a coinfecção dos três tipos de vírus tem sido apontada como a possível causa da elevação dos casos da Síndrome de Guillain-Barré em Salvador, “demandando recursos medicamentosos e tecnológicos de alto custo, como Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) para o cuidado adequado a estes pacientes. Por isso precisamos remover esses veículos abandonados no perímetro urbano para evitar que os focos do mosquito se proliferem”.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.