CidadesCuriosidadesEconomiaMenu Principal

Assembleia da Bahia realiza sessão especial pelos 20 anos do Massacre do Eldorado dos Carajás

foto67
Foram 21 trabalhadores rurais mortos em 17 de abril de 1996 | FOTO: Ilustração/Vitor Fernandes |

Na segunda-feira (18), a Comissão Especial de Promoção da Igualdade, presidida pelo deputado estadual Bira Corôa (PT), realizará no plenário da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) uma sessão especial pelo Dia Internacional da Luta Camponesa e em memória aos 20 anos do Massacre de Eldorado dos Carajás. Atividade é aberta ao público e será iniciada às 9h. O caso conhecido como ‘Massacre dos Carajás’ foi o assassinato, decorrente de ação policial, de 21 membros do Movimento Sem Terra (MST), ocorrido no dia 17 de abril de 1996, na cidade de Eldorado dos Carajás, no sul do Pará.

Na época, 1.500 homens, mulheres e crianças estavam acampados na região e decidiram fazer uma marcha em protesto contra a demora da desapropriação de terras, principalmente as da Fazenda Macaxeira, quando foram brutalmente atacados pela polícia. O pelotão havia recebido ordem expressa para retirar o grupo do local, ainda que fosse necessário o uso da força bruta.

A perícia dos corpos revelou que, pelo menos, 10 acampados foram executados a queima roupa e sete lavradores foram mortos por instrumentos cortantes, como foices e facões. Como não houve perícia nas armas e projéteis para saber quais policiais atingiram determinadas vítimas, os 21 homicídios e as diversas lesões, permanecem impunes. Após o Massacre, o 17 de abril se transformou em um dia de luta pela reforma agrária, ganhando também caráter internacional.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios