Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesEducaçãoMenu Principal

Chapada: Ifba forma primeiras turmas do Profuncionário no campus de Seabra

foto67
Após a série de discursos, foram exibidos vídeos que destacaram o cotidiano das turmas, seguidos pelos juramentos | FOTO: Marivaldo Oliveira |

Mais de 40 profissionais da educação básica receberam certificado de conclusão de curso na última sexta-feira, 8 de abril, no auditório do Campus Seabra do Ifba. Foi a primeira formatura dos cursos semipresenciais de alimentação e secretariado escolar do Programa Nacional de Valorização dos Trabalhadores em Educação (Profuncionário). Na ocasião, compuseram a mesa de honra os diretores geral e administrativo do campus, Robson Menezes e Darílio Pires, respectivamente, ao lado da representante da secretaria de educação de Seabra, Loureri Teles; do coordenador de Polo do Programa, Rui Carigé; das paraninfas dos cursos, Maria das Neves e Elizane dos Santos, além da professora homenageada, Eleni Brito.

Após a entrada dos concluintes, a mestra de cerimônia, Tereza Paiva, assistente de coordenação do Programa, convidou o diretor geral para declarar aberta a sessão solene. Em seguida, todos os presentes participaram da execução do hino nacional. Nos discursos, o empenho do coordenador de Polo do Profuncionário em Seabra, o servidor do Ifba Rui Carigé, foi lembrado por todos. Em sua fala, o diretor fez uma breve retrospectiva da criação deste Programa pioneiro no Ifba-Seabra e ressaltou as dificuldades encontradas pelos formandos, bem como a importância da conquista na vida de cada um. “Parabéns a todos por mais esta vitória, incluindo a equipe diretiva!”, disse Robson Menezes.

O diretor administrativo destacou a responsabilidade do poder público, na oferta de serviços, em especial, e instruiu os formandos a se manterem firmes na jornada da profissionalização: “Esta é uma primeira etapa na qualificação de vocês. Não parem por aqui!”, comentou. A representante da secretaria de educação do município, Loureri Teles, reconheceu a falta que os profissionais fizeram nas escolas enquanto estavam estudando no Ifba, além da mudança na atuação profissional. “Este curso terminou, mas a função de vocês na escola continua. Hoje são profissionais em educação! Além de merendeiras, porteiros… são educadores e fazem parte de todo o processo de ensino e aprendizagem dos nossos alunos”.

O coordenador de Polo agradeceu pelo crescimento pessoal proporcionado pela troca de experiências com os estudantes e a equipe gestora ao longo do processo de formação. “Cursos a distância não são comuns no Ifba e ainda passam por dificuldade de aceitação. A montam das peças é diferente, mas o foco é o mesmo: a educação! Precisamos valorizar os profissionais da área, pilar na redução das desigualdades sociais em nosso país. Zelem por esta conquista e compartilhem a consciência cidadã que desenvolveram nos cursos com seus familiares e amigos. Novos momentos, certamente, virão!”, pontuou Rui Carigé.

A paraninfa do curso de alimentação escolar, Maria das Neves, lamentou pelos que não conseguiram chegar até o fim e acabaram desistindo do Programa, destacando a relevância da formação para o mercado de trabalho cada vez mais qualificado. “No âmbito alimentar, especialmente, as peculiaridades são muitas. Quanto ao público infantil, por exemplo, há questões delicadas, como intolerância a determinados alimentos. Agora vocês adquiriram a teoria da prática rotineira e a capacidade técnica necessária para atuar com base na legislação”.

foto67
A paraninfa do curso de alimentação escolar, Maria das Neves, lamentou pelos que não conseguiram chegar até o fim e acabaram desistindo do Programa | FOTO: Marivaldo Oliveira |

Já a paraninfa de secretariado escolar, Elizane dos Santos, partilhou o privilégio e a felicidade de participar do Programa e parabenizou pela persistência das turmas. “O processo de apropriação de conhecimento não para. Amadurecemos juntos neste primeiro degrau! Minha gratidão a todos!”. A professora homenageada, Eleni Brito, veio diretamente de Jequié para conhecer os formandos, que auxiliou a distância. “Apesar de não nos conhecer fisicamente, sei quem são todos vocês pela nossa vivência virtual. O Profuncionário elevou a autoestima de todos e, com o know-how do Ifba, contribuiu diretamente para o desenvolvimento da competência técnica. Enquanto educadores não docentes, desejo que o amor sempre esteja presente nas suas vidas”.

O amigo das turmas, pastor Marlúcio Silva, esposo da paraninfa Elizane dos Santos, lembrou que as dificuldades do Programa foram compartilhadas em casa e se declarou à disposição do Instituto. “Durante a greve do Ifba, cedemos as instalações da Igreja Presbiteriana para a realização das aulas do Profuncionário. Estamos à disposição das instituições de ensino para servir. Que o desempenho profissional de vocês esteja abençoado!”.

Na oportunidade, a mestra de cerimônia lembrou a contribuição do professor de desenho Jefferson Costa e, na sequência, chamou as oradoras para fazerem as suas homenagens. As falas estiveram permeadas por euforia, satisfação e reconhecimento. “Diante dos tropeços desta longa caminhada, agradecemos pelo encorajamento e orientação. Agora estamos impulsionados à conquista de novos horizontes”, declararam Marizete Rosa de Oliveira e Isaelia Lopes da Rocha Souza, representantes de alimentação escolar.

As oradoras de secretariado escolar, Ailma Alves Lopes Souza e Andreia Sousa Gonsalves, citaram Paulo Freire, o patrono da educação, e ressaltaram a importância da missão assumida pelas turmas. “Além de serviços burocráticos, entendemos nossa atuação como agentes de transformação na educação para o coletivo. O próximo passo é a formação universitária. Como cidadãos plenos de deveres e direitos, queremos que a nação se orgulhe de nós. Queremos voar alto!”, comentaram.

Após a série de discursos, foram exibidos vídeos que destacaram o cotidiano das turmas, seguidos pelos juramentos. Ednalva Ferreira dos Anjos (alimentação escolar) e Giunete Almeida da Silva (secretariado escolar) receberam os certificados de conclusão das mãos do diretor geral, em nome dos colegas, que foram chamados, individualmente, logo depois. Nesta quinta-feira, 14/4, será a vez dos concluintes de infraestrutura escolar e multimeios didáticos participarem da solenidade, que também acontecerá no auditório do campus, às 19h. As informações são da GeCom do Ifba de Seabra.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios