CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolítica

Rui Costa nega surpresa com abstenções de Cacá Leão e Mário Negromonte Jr

foto67
“Eles falaram que fariam o que causasse menos dano juridicamente”, diz Rui sobre os pepistas | FOTO: Reprodução |

O governador Rui Costa (PT) negou na segunda-feira (18), um dia após a votação do impedimento de Dilma na Câmara, que os votos dos deputados Cacá Leão e Mário Negromonte Jr, ambos do PP, tenham o surpreendido. Segundo o gestor estadual, a abstenção deles na votação sobre a abertura do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) já era esperada. “Eles falaram que fariam o que causasse menos dano juridicamente”, falou Rui Costa, em entrevista ao Bocão News, durante a entrega de moradias do Minha Casa Minha Vida, em Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador. O petista fez questão de ressaltar que a abstenção ou o voto contrário beneficiaria Dilma. “Quem queria o impeachment é que deveria botar os 342 votos”.

Dos 39 deputados federais baianos, 22 votaram contra a abertura do processo de impeachment da presidente Dilma, todos da base governista. Cacá Leão e Mário Negromonte Jr. foram os únicos que se abstiveram. Quinze votaram a favor do impedimento, todos oposicionistas. O processo agora seguirá para o Senado, que analisará se de fato a presidente cometeu ou não crime de responsabilidade.

O governador Rui Costa tratou também de rechaçar as críticas de que demorou para entrar na briga a favor da presidente, evitando, inclusive, comentar o assunto. “Eu não tenho esse distanciamento. Sou parte desse projeto que construí com o PT e me orgulho da minha história de vida. Assim como as religiões, nos partidos políticos tem gente boa e gente que faz besteira [A bancada da Bahia teve] o maior percentual entre os estados e isso foi construído pela relação que começou com o governo de Jaques Wagner em 2007.

Uma relação em que os partidos e os parlamentares são respeitados”. O petista, logo após a Câmara aprovar a abertura do impedimento da petista, divulgou uma nota lamentando a decisão e criticando duramente o vice-presidente Michel Temer e o presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha, ambos do PMDB. Extraído da Tribuna da Bahia.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios
Pular para a barra de ferramentas