Pular para a barra de ferramentas
AssessoriaCidadesCuriosidadesMenu Principal

Salvador: Movimentos e organizações populares realizam ato contra Globo

foto67
Os movimentos e organizações populares devem ocupar as ruas da capital nesta quinta | FOTO: Jornal da Chapada |

Denunciando a rede Globo como um dos maiores monopólios de comunicação no Brasil e apontando sua linha editorial como base golpista, por tramar a derrubada da presidente Dilma Rousseff, democraticamente eleita, a Frente Brasil Popular, Povo Sem Medo e o Fórum Nacional de Democratização da Comunicação (FNDC) convocaram na última terça (3), os movimentos e organizações populares a ocuparem as ruas na quinta-feira (5).

O espaço de concentração será no Campo Grande, no centro de Salvador, às 16 horas, e os manifestantes seguirão em passeata até a sede da TV Bahia, correspondente da rede Globo, localizada no bairro da Federação. De acordo com os organizadores do ato, a rede Globo, assim como em 1964, assumiu a linha de frente entre os golpistas que tramam a derrubada inconstitucional de um presidente eleito.

“Essa emissora nunca tolerou nenhum governo que beneficia a maioria da população, especialmente os mais pobres. A família Marinho, que apoiou os exílios, torturas e assassinatos do período ditatorial, e que enriqueceu recebendo favores dos militares, é uma das principais responsáveis pelo golpe atual”, destacam.

Dizem ainda, que esse gigantesco império de comunicação não tolera a democracia e merece o repúdio da sociedade. No dia 5, em diversas capitais do Brasil, estarão acontecendo mobilizações populares em repúdio aos monopólios de comunicação e contra o golpe, titulado de impeachment, que tramita no congresso nacional. Na capital baiana, milhares de pessoas estão sendo esperadas para este ato, que faz parte do Dia Nacional de Luta contra a Globo. Com informações do Coletivo de Comunicação do MST na Bahia.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios