CidadesCuriosidadesMenu PrincipalMundo

Mundo: Colômbia apreende 8 toneladas de cocaína, maior apreensão da história do país

cocaina
De acordo com a polícia, os traficantes esconderam a cocaína em um depósito subterrâneo | FOTO: Reprodução/DM |

Pelo menos oito toneladas de cocaína foram aprendidas nesta segunda (16) pela polícia colombiana no noroeste do país. Trata-se da maior apreensão da história do país, disse o presidente colombiano, Juan Manuel Santos. A droga pertencia a um grupo criminoso conhecido pelo nome Clan Úsuga, o maior da Colômbia, e foi encontrada em Turbo, município do departamento de Antioquia, na região de Urabá, informou o Ministério da Defesa colombiano. “Parabenizamos a Polícia da Colômbia. A operação em Turbo permitiu apreender a maior quantidade de droga na história”, disse Santos em sua conta da rede social Twitter.

De acordo com a polícia, os traficantes esconderam a cocaína em um depósito subterrâneo (6,5 metros de comprimento, 3,5 metros de largura e 2,5 metros de profundidade), cujo interior estava forrado com madeira e o acesso coberto com uma tampa de cimento. A operação começou na tarde de sábado e terminou hoje, com o apoio de aeronaves da polícia, que encontraram o esconderijo. A polícia nacional colombiana, apoiada por helicópteros Black Hawk, entrou na propriedade e fez a apreensão.

A droga pertencia ao “número dois” do Clan Úsuga, Roberto Vargas Gutiérrez, conhecido por “Gavilán”. O governo colombiano oferece 500 milhões de pesos (cerca de US$ 167 mil) de recompensa pela captura de Gavilán, indicou o mesmo comunicado. De acordo com a polícia, a cocaína estava pronta para ser transportada, pelo mar do Caribe, para a América Central, de onde deveria seguir, provavelmente, para os Estados Unidos. Na operação policial foram detidas três pessoas, cujos antecedentes criminais estão sendo averiguados. Extraído da Agência Brasil com informações da Agência Lusa.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios