CidadesCuriosidadesMenu Principal

“É abominável viver em um país onde 45 mil mulheres são violentadas por ano”, diz Lorena Brandão

foto6
A pré-candidata a vereadora de Salvador, Lorena Brandão (PSC) | FOTO: Reprodução |

Após a repercussão do estupro que uma menina de 16 anos sofreu no Rio de Janeiro, onde cerca de 30 homens abusaram sexualmente da adolescente desacordada, a pré-candidata a vereadora de Salvador, Lorena Brandão (PSC), repudiou, mais uma vez, os casos de violência contra a mulher. A polícia pediu a prisão preventiva de quatro acusados de envolvimento no crime.

“É um absurdo que em pleno século XXI ainda se tenha tanto preconceito, machismo e covardias. Dessa vez, uma menina de 16 anos foi a vítima. Mas por ano cerca de 45 mil mulheres sofrem este tipo de violência. Não podemos deixar isso crescer. É abominável viver em uma sociedade onde ainda se culpe a mulher por esse crime. As pessoas têm que denunciar, não podemos ficar calados diante de tanto absurdo que vivemos e sabemos em nosso país”, disse Lorena Brandão.

No Piauí, mais precisamente no município de Bom Jesus, que fica a 732 km de Teresina, outro caso semelhante: cinco homens são suspeitos de agredir uma adolescente. Segundo a polícia, a menina foi encontrada em coma alcoólico, desacordada e com sinais de abuso, mas ainda aguarda exames de DNA para ter certeza se realmente se trata de um estupro.

Segundo o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, em seu último levantamento, 47.646 estupros são realizados no Brasil. Esse número representa algo ainda mais assustador: em média, são 11 estupros por minuto no país. Os números incluem também os estupros de vulnerável, crime cometido contra menores de 14 anos. Na Bahia, a média também é alta. São cerca de dois mil estupros por ano, sete por dia.

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública do Estado (SSP), em seu último levantamento divulgado, em 2015, a capital baiana, com 521, tem três vezes mais casos registrados que Feira de Santana, segunda maior cidade do Estado, que registrou, 148 casos de estupros, e mais de quatro vezes o total de casos registrados na terceira maior cidade do Estado, Vitória da Conquista, que teve 131 casos de estupros em 2014.

“Os números são altíssimos e as denuncias são baixas. De acordo com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, das 5.042 tentativas de estupro, apenas 4.897 foram denunciadas em 2014. As mulheres ainda têm medo e vergonha de denunciar este tipo de violência. Temos que mudar este pensamento. O estupro é um crime covarde”, pontuou Lorena.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios
Pular para a barra de ferramentas