CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolítica

Chapada: Ex-prefeito de Lençóis, Marcão é absolvido pelo Tribunal de Justiça da Bahia

marcão
O suplente de deputado federal Robinson Almeida e o estadual Zé Neto, ambos do PT, com o ex-gestor Marcão | FOTO: Divulgação |

A decisão de segunda instância proferida pela Primeira Câmara Criminal, do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), no último dia 12 de julho, inocenta o ex-prefeito do município de Lençóis, na Chapada Diamantina, Marcos Airton (PRB), o popular Marcão. Quando prefeito, Marcão foi acusado por vereadores de oposição, e representado pelo Ministério Público (MP-BA), de solicitar e receber pagamento de diárias para custear viagem à cidade de Salvador. O caso teria acontecido no dia 2 fevereiro de 2011, sem que tenha efetuado o deslocamento, gastando o valor de R$ 250.

O juiz de primeiro grau, na sua sentença, condenou o ex-prefeito a reparar o dano causado ao erário do município de Lençóis, restituindo a quantia de R$ 250. Esse mesmo magistrado condenou Marcão, pelo prazo de cinco anos, de não exercer cargo ou função pública, eletivo ou de nomeação. Além disso, ainda foi imputada a pena definitiva fixada em dois anos de reclusão a ser cumprida em regime aberto e com prestação pecuniária em 100 salários mínimos vigentes à data do fato, devendo ser paga na forma da Resolução 154/2012 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

O ex-gestor, sentindo-se injustiçado, recorreu da decisão por meio dos advogados de defesa Giovana Aguiar e Ivan Soares, que apresentaram recurso contra decisão. Agora, Marcão teve o seu apelo provido, sendo absorvido pelo TJ-BA. “Restando comprovado que, a conduta meramente irregular não se qualifica como ímproba, caso não tenha sido praticado com o intento de fraudar a boa administração, tal fato pode ser comprovado pelos depoimentos das testemunhas que afirmaram, em juízo, que houve erro contábil”, declara Aguiar.

Para Ivan Soares, chamou a atenção também, que, na decisão aponta a jurisprudência, a qual afirma: “um homem público, contra quem tenha sido instaurada ação penal, ostenta nódoa perpétua em sua vida, sendo necessário, nesses casos, um cuidado excessivo no recebimento da inicial”.

Jornal da Chapada

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios