Governador abusa da ‘máquina’ para tentar promover candidato em Jequié, denunciam deputados

Postado em set 15 2016 - 1:03pm por Jornal da Chapada
foto6

Os parlamentares da oposição Sandro Régis e Leur Lomanto Jr. | FOTO: Reprodução |

Os deputados estaduais Leur Lomanto Jr. (PMDB) e Sandro Régis (DEM), denunciam o governador Rui Costa (PT) e a primeira-dama Aline Peixoto de abusarem da máquina pública estadual na tentativa de alavancarem a candidatura a prefeito de Tadeu Cafezeiro (PDT), em Jequié, sudoeste do estado. Com o intuito de impulsionar o postulante governista no município, são vários os relatos de que o governo tem oferecido atendimento, usado programas da gestão e obrigado servidores estaduais a participarem da campanha. Leur Jr. e Sandro lamentam que, infelizmente, o objetivo do governo é claramente eleitoreiro, pois, na medida em que atende solicitações transitórias envolve pessoas carentes a votarem no candidato do grupo.

“O governo em vez de estar preocupado em resolver os graves problemas de segurança pública, de saúde e educação do estado e de cumprir a realização das obras, que tanto prometeu a população de Jequié, se direciona a fazer uma campanha milionária na cidade. Tudo isso, na tentativa de impor uma candidatura que não tem chances em Jequié”, afirma Leur Lomanto Jr. O peemedebista lembra que o governador vai completar três anos de mandato sem concluir uma obra sequer no município. “Em vez de construir um hospital regional tem transformado o Hospital Prado Valadares em comitê eleitoral do candidato”, diz.

Leur Jr. também chama a atenção para as falhas do governo no município ao não cumprir reivindicações, como o asfaltamento do Distrito Industrial, a modernização do Departamento de Polícia Técnica, a construção do novo Pronto Socorro, do Hospital Prado Valadares, a recuperação da estrada Florestal, a reconstrução do semianel rodoviária, a construção da ponte Jequiezinho – Mandacaru, a conclusão das obras do módulo dos cursos da área de saúde da Uesb, entre outras.

Régis também questiona o fato de o governo petista marcar presença em Jequié, somente nas proximidades das eleições. “O que sabemos é que o governo tem cometido abusos econômicos, além de forçar os seus cargos de confiança no município a participarem de eventos de promoção e apoio ao candidato. Além disso, vem prestando atendimentos temporários, justamente com o intuito de tentar manipular o voto da população que mais precisa. Um absurdo, pois não vemos esse mesmo governo na cidade em outras épocas”, frisa.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.