ONU aceita denúncia de Lula e caso pode expor perseguição política ao ex-presidente, diz Valmir

Postado em out 26 2016 - 5:36pm por Jornal da Chapada
onu

O ex-presidente Lula e o deputado federal Valmir Assunção | FOTO: Divulgação |

“A aceitação da denúncia dos advogados de Lula pela Organização das Nações Unidas é a prova de que o processo contra o ex-presidente é altamente questionado e tem facetas de perseguição política”. O pronunciamento é do deputado federal Valmir Assunção (PT-BA), que usou as redes sociais, nesta quarta-feira (26), para criticar as “ações de violação de direitos humanos e abuso de poder do juiz federal Sérgio Moro” contra Lula.

Conforme Assunção, a ONU deve avaliar a violação do direito do ex-presidente à privacidade, de não ser preso arbitrariamente e o direito à presunção da inocência. “O Comitê de Direitos Humanos precisa se pronunciar e a aceitação da denúncia protocolada pelos advogados em julho já é um começo”, salienta Valmir.

Segundo informações divulgadas pela defesa do ex-presidente, a petição ao Comitê de Direitos Humanos da ONU em Genebra, mostra “a violação da Convenção Internacional de Direitos Políticos e Civis e abuso de poder pelo juiz Sérgio Moro e procuradores federais da Operação Lava-Jato contra Lula”.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.