Chapada: Banco do Brasil de Itaberaba não atende demanda e clientes reclamam

Postado em nov 9 2016 - 8:36am por Jornal da Chapada
ze

As queixas dos clientes e usuários são muitas e vão desde o péssimo atendimento pelos funcionários até a operacionalidade dos caixas eletrônicos | FOTO: Zé do Bem/Jornal da Chapada |

A superintendência do Banco do Brasil da Bahia, especialmente a que atende as regiões dos territórios Piemonte e Chapada Diamantina, deve tomar providências urgentes na questão do atendimento da agência do município de Itaberaba. As queixas dos clientes e usuários são muitas e vão desde o péssimo atendimento pelos funcionários até a operacionalidade dos caixas eletrônicos. “Um absurdo, a agência possui cerca de 10 terminais eletrônicos, mas geralmente só funcionam um ou dois para saques durante a semana, sem falar que no final de semana, como aconteceu no domingo passado [6 de novembro], não tinha dinheiro em caixa algum”, reclama um cliente da agência de Itaberaba.

foto6

Final de semana é difícil encontrar um caixa eletrônico com dinheiro | FOTO: Zé do Bem/Jornal da Chapada |

Outro exemplo dos transtornos causados pelo mau funcionamento dos terminais eletrônicos vem do senhor Godofredo, outro cliente da agência de Itaberaba, que no dia 6 de novembro, precisou sacar a quantia de R$ 150 e não havia dinheiro nos terminais. Foi preciso um amigo lhe socorrer, dando-lhe a importância enquanto ele transferia a quantia para a conta do amigo.

No caso do Banco do Brasil, tem se levantado a discussão de que os prefeitos da região, a exemplo dos municípios de Marcionílio Souza, Iaçu e Itaberaba, deveriam ir em bloco ao superintendente responsável pela agência de Itaberaba para reivindicar a construção de uma nova para o município. Afinal, Itaberaba é um município de população superior a 70 mil habitantes, e sua agência não atende a demanda. O caso se complicou depois do fechamento do Banco do Brasil de Iaçu, devido aos constantes assaltos. Isso ocasionou a ida de clientes de Marcionílio Souza e Iaçu para movimentar seus recursos na agência de Itaberaba.

Ainda segundo informações, o péssimo atendimento não se resume apenas ao Banco do Brasil, mas também às agências dos bancos Bradesco, Caixa Econômica Federal, Casas Lotéricas e extensões. “Essas agências não têm nenhum respeito ao direito do consumidor, idoso, gestante, pessoas portadoras de necessidades especiais, ou à Lei Municipal dos 15 minutos”, destaca o eletrotécnico, Renival Sampaio França. Ainda segundo França, tramita no Ministério Público um inquérito civil público há mais de três anos sem que o órgão fiscalizador tenha dado providências a esse assunto.

Jornal da Chapada

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.