Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolícia

PM cumpre reintegração de posse em São Paulo após prisão de líder do MTST

foto5
Policiais militares da Tropa de Choque cumprem reintegração de posse da ocupação Colonial, na zona leste da capital paulista | FOTO: Rovena Rosa/Agência Brasil |

Após um conflito inicial entre moradores e a Tropa de Choque da Polícia Militar, a reintegração de posse na ocupação Colonial, localizada em um terreno na zona leste da capital paulista, é cumprida pacificamente. Neste momento, uma retroescavadeira faz a demolição das casas de alvenaria e de madeira onde moravam 700 famílias.

No início da manhã desta terça (17), a PM utilizou gás de pimenta e bombas de gás lacrimogênio contra os moradores, que também protestaram queimando pneus e entulhos. O terreno particular, na Rua André de Almeida, estava ocupado há um ano e meio. Segundo as famílias, a área estava abandonada há 40 anos.

Luciano Alves, 39 anos, motorista desempregado, morava no local com a esposa e dois filhos. Ele aguardava a sua vez de retirar os móveis antes que sua casa fosse demolida. “Os políticos falam muito de saúde, educação, saneamento, mas não falam do básico que é uma moradia. Vai ter saúde como, se não tem moradia? Educação como, se não tem moradia? A prioridade devia ser moradia”, disse ele.

Prisão
O líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Guilherme Boulos, foi preso durante a operação por descumprimento de decisão judicial e incitação ao crime, segundo os policiais. Integrantes do movimento disseram que o advogado dos moradores também foi levado para a delegacia, mas a Secretaria da Segurança Pública ainda confirmou a informação.

Em nota, o MTST considerou a prisão “um verdadeiro absurdo, uma vez que Guilherme Boulos esteve o tempo todo procurando uma mediação para o conflito. Neste momento, o companheiro Guilherme está detido no 49ª DP de São Mateus. Não aceitaremos calados que além de massacrem o povo da ocupação Colonial, jogando-os nas ruas, ainda querem prender quem tentou o tempo todo e de forma pacífica ajudá-los”. Da Agência Brasil.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios