Massa de ar quente e seco reduz nebulosidade na região da Chapada Diamantina

Publicidade
Postado em abr 26 2017 - 4:26pm por Jornal da Chapada
ceu azul

Durante a madrugada e nas primeiras horas da manhã a previsão é de temperaturas baixas, e os dias terão máximas de 34°C no período da tarde | FOTO: Reprodução |

Nos próximos dias, as condições do tempo em grande parte da Bahia ainda se manterão sob a influência de uma massa de ar quente e seco. No entanto, atuação dessa massa de ar é maior no Oeste, São Francisco, Norte e Nordeste, onde se mantém a previsão de céu parcialmente nublado a claro em praticamente todo o período. Além de deixar o tempo seco, a permanência dessa massa de ar também está contribuindo para deixar as temperaturas elevadas nessas regiões, onde as máximas deverão variar entre 34°C e 36°C. Por outro lado, durante a noite e nas primeiras horas da manhã, essas temperaturas serão mais amenas, com mínimas podendo chegar aos 19°C em algumas localidades.

Na Chapada Diamantina e Sudoeste, onde essa massa de ar também está contribuindo para reduzir a nebulosidade, o destaque vai para as temperaturas, que deverão variar entre mínimas de 16°C (menores do Estado), durante a madrugada e nas primeiras horas da manhã, e máximas de 34°C no período da tarde. Por outro lado, no Recôncavo, Sul e nas localidades mais próximas ao litoral do Nordeste, ainda são os ventos úmidos vindos do Oceano Atlântico que deverão manter o céu parcialmente nublado e com possibilidade de ocorrer chuvas fracas e passageiras, sobretudo na faixa litorânea. As temperaturas nessas regiões deverão variar entre mínimas de 20°C e máximas de 33°C.

Para a cidade de Salvador e região metropolitana, o tempo segue influenciado pelos ventos úmidos vindos do Oceano Atlântico, mantendo, assim, o céu parcialmente nublado a claro, com possibilidade de chuvas fracas. As temperaturas na capital baiana se manterão elevadas, com valores variando entre mínimas de 22°C e máximas de 32°C. Na primeira metade do outono as características da estação se assemelham as características do verão, ou seja, com temperaturas elevadas e chuvas mais intensas. Por outro lado, no decorrer do período há uma redução na incidência de radiação solar e, consequentemente, dos Índices de Radiação Ultravioleta (IUV’s). As informações são do Inema.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.