Chapada: Professores municipais de Ituaçu se queixam de problemas em reunião

Postado em abr 29 2017 - 4:51pm por Jornal da Chapada
ituaçu

Há a promessa de uma greve dos professores em breve, caso assim os profissionais decidam | FOTO: Divulgação/Phellipe Brito |

Uma reunião realizada na última sexta-feira (28) na Congregação Mariana, em Ituaçu, cidade da Chapada Diamantina, entre o corpo docente do município gerou demandas para a administração do prefeito Adalberto Luz (PTB). Conforme documento do Sindicado dos Professores da Rede Pública Municipal de Ituaçu (Sinproi), a prefeitura tem tido uma relação próxima com os professores.

Mas as queixas da categoria, explicitadas em documento do Sinproi, se referem especificamente ao não pagamento do piso nacional de 2017 com reajuste, a um descumprimento do Plano de Carreira e sonegação de direitos consequentes da formação e qualificação, nomeações irregulares, não pagamento de cursos de aperfeiçoamento, de deslocamentos nos sábados letivos, dentre outros.

Segundo o sindicato, a prefeitura já foi notificada por eles para que soluções fossem tomadas no âmbito das questões financeiras, plano e democratização da gestão em educação e interação com professores, por exemplo. Mas afirmaram que os “canais de diálogo chegaram ao limite”.

Há a promessa de uma greve dos professores em breve, caso assim os profissionais decidam. A data para a paralisação acontecer será debatida entre os professores. A equipe de Reportagem do Jornal da Chapada tentou entrar em contato por telefone neste sábado (29) com a prefeitura municipal para dirimir os outros questionamentos, mas ninguém atendeu.

Jornal da Chapada

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.