Valmir defende Lula e diz que condenação de ex-presidente é estratégia para inelegibilidade

Postado em jul 12 2017 - 3:33pm por Jornal da Chapada
lula

Para o petista baiano, o julgamento “é utilizado para esconder o assalto ao povo trabalhador, aprovado por meio da reforma trabalhista” – que segue para a sanção de Temer | FOTO: Divulgação |

O deputado federal Valmir Assunção (PT-BA) saiu em defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, nesta quarta-feira (12), após divulgação da notícia de condenação do líder petista pelo juiz Sérgio Moro, e reafirmou que a decisão é uma estratégia para tirá-lo da corrida eleitoral de 2018. Assunção contesta trechos da decisão e diz que não há prova alguma contra o ex-presidente. “Um julgamento cheio de irregularidades, que não possui provas, trata-se de um julgamento político, cujo objetivo é impedir a candidatura de Lula e sua inevitável vitória em 2018”, aponta.

Para o petista baiano, o julgamento “é utilizado para esconder o assalto ao povo trabalhador, aprovado por meio da reforma trabalhista” – que segue para a sanção presidencial. “Moro soltou a sentença durante audiência com o advogado de Lula, Cristiano Zanin. Para a resposta não ser rápida. É um abuso atrás do outro”.

Valmir diz que a situação é grave no país e que é preciso cautela, já que Lula ainda pode recorrer dessa decisão. “É uma decisão utilizada para tentar dar alguma sobrevida ao governo de Michel Temer [PMDB], cuja acusação possui provas irrefutáveis. É preciso denunciar o caráter do processo contra Lula, uma jogada política para tirar a reforma e Temer da pauta midiática”.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.