Chapada: Fligê 2017 terá palestra sobre justiça afro-brasileira com o escritor Sérgio São Bernardo

Postado em jul 19 2017 - 7:27pm por Jornal da Chapada
foto

O escritor Sérgio São Bernardo ministra a palestra “Ubuntu e a Kalunga: Por uma justiça afro-brasileira” no dia 11 de agosto – no Centro Cultural de Mucugê | FOTO: Reprodução/Facebook |

Como parte da programação da Feira Literária de Mucugê (Fligê 2017), o escritor baiano Sérgio São Bernardo ministra a palestra “Ubuntu e a Kalunga: Por uma justiça afro-brasileira”, a partir das 10h do dia 11 de agosto (sexta), no Centro Cultural. Ele pretende suscitar no público a possibilidade de percepção para além do que é imposto à sociedade de massa e sua cultura de consumo, a qual não busca entender as diversas formas de lidar com os costumes e tradições originados do processo civilizatório afro-brasileiro.

Professor de Filosofia do Direito da Universidade Estadual da Bahia (Uneb), mestre em Direito pela Universidade de Brasília (UnB), doutorando do Programa Difusão do Conhecimento na Universidade Federal (Ufba) e um dos mais conceituados escritores baianos quando o assunto é relações raciais e justiça afro-brasileira. O currículo de Augusto Sérgio dos Santos São Bernardo é tão extenso quanto seus estudos nas áreas da filosofia latino-americana, filosofia afro-brasileira, filosofia do direito, pragmatismo universal e ética do discurso.

De suma importância para o progresso, desenvolvimento e evolução cultural do Brasil, São Bernardo abordará o papel dos negros e afrodescendentes na sociedade, principalmente, as barreiras impostas ao acesso às políticas de igualdade racial e direitos, ou seja, justiça, uma vez que, embora velado, o racismo e preconceito ainda existem no país.

“É possível afirmar um direito afro-brasileiro? Existe um repertório comum que informa e unifica este direito? Existe uma base sociocultural que legitima a emergência dessa ético-jurídica? Este direito pode ser universalizável como pressuposto de justiça a outras comunidades não africanas? Estas são as indagações que proponho tematizar para sugerir a possibilidade de um debate nos campos da antropologia jurídica, da filosofia africana e da filosofia do direito”, explica. Após a palestra, haverá uma sessão de autógrafos com Sérgio São Bernardo. Com informações de assessoria.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.