CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolítica

Entrevista: Líder do governo na Câmara de Itaberaba celebra primeiro ano e segue firme com prefeito

gerson
O vereador Gerson Almeida é líder do governo de Ricardo Mascarenhas na Câmara de Itaberaba e conta um pouco mais sobre o cenário político local e novos projetos para a região | FOTO: Jornal da Chapada |

Nesta edição do Ponto de Entrevista, a editora-chefe Deninha Fernandes conversou com o vereador de Itaberaba, Gerson Almeida de Jesus (PTdoB). Ele tem 49 anos, é nascido e criado no município chapadeiro, administrador de empresas e vereador no quinto mandato. Casado, Gerson é servidor efetivo, já foi presidente da Casa Legislativa duas vezes e secretário de Ação Social. Com a tranquilidade adquirida de anos de serviço público, Almeida é citado até como conselheiro do prefeito Ricardo Mascarenhas (PSB). O edil fala sobre a vida, mandatos, oposição e apoio à gestão. Confira o bate-papo completo!

Jornal da Chapada: Qual o papel do líder da bancada governista na Câmara Legislativa?
Gerson Almeida: Fundamental para a harmonia. O líder tem que ser hábil. Saber ouvir, ser paciente, resiliente, mediar conflitos. Ter acesso livre ao prefeito para coletar com ele informações acerca dos projetos. Ter poder de convencimento, ser dinâmico e habilidoso nas possíveis desavenças decorrentes de algum ato do Executivo.

É uma função árdua, difícil e de bastidores. Não tem tanta visibilidade e até assume algum desgaste. Por isso tem que ser feito por um edil que acredite na gestão que está apoiando, e eu estou líder porque acredito na gestão do prefeito Ricardo [Mascarenhas]. Com a experiência que tenho e com conhecimento de causa digo que é o melhor para Itaberaba.

JC: Qual é a relação com o prefeito Ricardo?
GA: Muitos me apontam como conselheiro do prefeito. Acho que é por conta da confiança, fruto da convivência política que tive como ex-prefeito Jadiel Mascarenhas, pai de Ricardo. Havia realmente um vínculo de amizade muito grande com Jadiel, foram anos de parceria política, e talvez por isso as pessoas sinalizem que eu seja como um mentor. Mas entre mim e Ricardo há uma troca, de experiências, de opiniões, de entendimento. Ele é um prefeito que ouve as lideranças e retém as coisas boas.

Ele é sedento de conhecimento, inovações e, apesar do respeito e da inspiração referentes à gestão do pai, conseguiu imprimir uma identidade própria. Até mesmo num momento inusitado que nunca se viu antes, quando o prefeito Ricardo esteve na abertura dos trabalhos da Casa Legislativa, deixando ele mesmo a mensagem do que pretendia realizar ao longo daquele ano. Isso nos surpreendeu, pois, nenhum prefeito antes tomou essa atitude.

JC: Primeiro ano da gestão ‘Cidade de Todos’. Como o senhor vê?
GA: Um governo de austeridade, limpo, cristalino, transparente. Tem demonstrado para a sociedade que quando o dinheiro público é bem administrado muitas são as possibilidades. Mesmo diante da crise que nosso país vem atravessando, ao ponto de mobilizar mais de três mil prefeitos até Brasília para pedir socorro ao presidente da República, a gente observa que o trabalho em Itaberaba não parou.

As mudanças estão acontecendo com recursos próprios e o resultado dos projetos das obras maiores chegará ainda esse ano. A cidade está limpa, o servidor com salários em dia, 13º pagos dentro do prazo. Para o momento econômico que vivemos, isso é uma vitória.

JC: Qual a sua perspectiva para a gestão esse ano?
GA: A melhor possível. Grandes projetos já foram elaborados e encaminhados aos ministérios e às secretarias de Estado. Emendas parlamentares que viabilizam investimentos também foram pleiteadas junto aos nossos deputados e os resultados começaremos a colher agora, em 2018. Avalio como um excelente começo.

As secretarias municipais estão, passo a passo, alinhando mais suas ações de acordo com os anseios da comunidade e a marca desse governo, que é a transparência, vem se firmando a cada dia. Percebo um governo empenhado em dar uma saúde de qualidade ao povo de Itaberaba e região e o esforço do prefeito em colocar nossa cidade em um lugar de destaque na saúde do estado e da Chapada.

JC: Nesse ano decisivo, o que o senhor acha das escolhas para deputado do prefeito Ricardo?
GA: Acertadas e estou com ele na escolha. O nosso candidato a deputado estadual, Eduardo Alencar, é irmão do senador Otto Alencar, chapadeiro, assíduo na região e que conseguiu um recurso para nós de R$1 milhão para o bairro Alamedas das Umburanas. É um representante próximo, de fácil acesso e que sempre nos atende. O deputado federal Cacá Leão, que concorre novamente, já é nosso conhecido, foi o deputado mais votado aqui na última eleição, e pretendemos repetir esse feito.

Afinal, através de Cacá conseguimos várias emendas que vão mudar a história de Itaberaba para sempre. Além disso, o vínculo de João Leão, vice-governador, com nossa terra, permanece latente há mais de 15 anos, ele sempre intermediou grandes obras para nós.

foto567
O edil do PTdoB fala também sobre os 25 anos de vida pública e faz uma projeção para 2018 | FOTO: Jornal da Chapada |

JC: Ao longo de 25 anos de vida pública, que momento ficou marcado em sua memória?
GA: Foram muitos momentos, afinal, são muitos anos, mas sem dúvida, promover o resgate da credibilidade do poder legislativo junto à sociedade não tem preço. Fui o primeiro vereador da história de Itaberaba a adquirir carros novos para a câmara de vereadores e quando presidente da casa, em 2001, compramos um imóvel onde seria construída a sede própria do legislativo.

No mandato seguinte, quando fui novamente presidente, tiramos o projeto do papel e construímos a sede, com 18 gabinetes e compramos mais quatro carros novos. No último dia do primeiro mandato, devolvi R$ 27 mil e no último dia do segundo mandato, devolvi R$ 85 mil. Isso porque a lei diz que, no último dia do mandato, o recurso não utilizado deve ser devolvido para ser aplicado em obras para o município. Para mim é marcante, um orgulho, conseguir construir a sede, adquirir veículos e ainda devolver recursos.

JC: Como o senhor observou a vinda do governador à Itaberaba?
GA: Eu percebi com muita clareza o carinho dele por nossa cidade. Ao ponto de quebrar o protocolo e visitar outras obras que estavam fora do itinerário inicial. É espetacular a visão e o entendimento dele acerca da nossa polaridade e nossa demanda de Saúde, que abrange tantas cidades. E na oportunidade nos deu a melhor notícia da história: um hospital novo e completo para Itaberaba e cidades vizinhas. Agora é só aguardar o desenrolar burocrático e o desfecho que a gente tanto espera.

JC: Como a Câmara se colocou diante dessa promessa do governador de reabrir o Hospital Regional?
GA: De forma positiva. Promovemos uma audiência pública com a participação da comunidade, profissionais, de membros do executivo, Judiciário, para que todas as dúvidas fossem esclarecidas. Todos tiveram tempo para se pronunciar acerca de suas especialidades. Eu faço parte da irmandade e como irmão e vereador, acredito que o prefeito fez a parte dele. Trouxe o governador e tem buscado meios legais para reabrir a Santa Casa. A Câmara de Vereadores é a favor da reabertura do Hospital Regional.

Infelizmente, aqui em Itaberaba há uma tradição de transformar as coisas boas em questões político-partidárias e posso ilustrar, por exemplo, com um fato dos anos 80, quando perdermos a Coca Cola. Questões políticas impediram que o prefeito da época concedesse benefícios para a empresa, que acabou se instalando em Barreiras. É preciso mudar isso, e colocar o interesse popular acima dos demais objetivos e lembrar que essa atitude não deve ser alvo de críticas e sim de elogios, afinal, nenhum outro prefeito tomou a dianteira frente à reabertura do Hospital Regional.

JC: Agradecemos esse momento com o senhor e fique à vontade para as considerações finais.
GA: Eu que agradeço, o trabalho da imprensa é fundamental para a democracia e para a política, e o serviço informativo de vocês é excelente. Encerro convidando a todos para conhecer um pouco mais da gestão ‘Cidade de Todos’, para participar um pouco mais da dinâmica do Governo e entender o que está sendo feito.

Com a larga experiência de mais de 25 anos de vida pública, eu apoio o prefeito Ricardo, porque acredito nele e principalmente, na viabilidade dos projetos que ele trouxe para nós. Mais do que um vínculo pessoal ou político, existe a crença de que nossa cidade está no caminho certo e, por isso, estou nessa empreitada junto com ele. Na Câmara, continuo à disposição da comunidade como sempre estive exercendo o papel para o qual fui eleito e convocado: representar o povo. Um forte abraço a todos.

Jornal da Chapada

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios