#Bahia: TRT estadual é o menos produtivo entre Cortes Trabalhistas, segundo relatório do CNJ

Postado em ago 30 2018 - 12:48pm por Jornal da Chapada
capa23

A produtividade avalia a eficiência do tribunal, ou seja, o quanto ele consegue fazer com uma quantidade menor de recursos | FOTO: Divulgação |

O relatório Justiça em Número, produzido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), foi divulgado na última segunda-feira (27) e demonstrou que dados apontam o Tribunal Regional do Trabalho da Bahia (TRT-BA) como o menos produtivo entre as Cortes trabalhistas de médio porte.

Segundo o documento, o TRT-BA teve apenas 74% de índice de produtividade, ficando atrás dos tribunais regionais do Trabalho do Distrito Federal e Tocantins (76%), do Ceará (86%), de Pernambuco (92%), de Santa Catarina (92%), do Paraná (93%), de Goiás (100%) e do Pará e Amapá (100%).

O número da Corte trabalhista baiana foi consideravelmente menor que a média nacional, de 91%. A produtividade avalia a eficiência do tribunal, ou seja, o quanto ele consegue fazer com uma quantidade menor de recursos. Quanto mais produzir com um volume menor de recursos, mais produtiva a Corte será.

O mau desempenho do TRT-BA se refletiu também no primeiro e segundo graus. Na primeira instância, a Corte Trabalhista teve resultado mais satisfatório, com 71% de produtividade. Na segunda, o percentual foi de 69%. Neste sentido, os resultados também foram abaixo da média nacional, que ficaram em 90% no primeiro grau e 89% no segundo, respectivamente. Jornal da Chapada com informações do Bahia Notícias.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.