Suíca recebe militância para inauguração de comitê e volta a defender a liberdade de Lula

Postado em ago 31 2018 - 12:18pm por Jornal da Chapada

Inauguração do Comitê Central de Suíca em Salvador | FOTO: Divulgação |

O candidato a deputado estadual, vereador de Salvador Luiz Carlos Suíca (PT), voltou a defender a libertação do ex-presidente Lula e a sua candidatura para a presidência da República no pleito deste ano. A nova defesa de Suíca aconteceu nesta quinta-feira (30) durante a inauguração do comitê central em Salvador na presença da militância petista, sindical e de movimentos sociais. “Eleição sem Lula é fraude. Não vamos aceitar que tirem o direito legítimo do ex-presidente de concorrer ao cargo maior da nação. O povo quer Lula presidente de novo e o Brasil vai lutar sim para ter ele como candidato. Temos mais chão pela frente e estou confiante que se for ele o candidato corre o risco de nem ter segundo turno para presidente”, afirma o petista.

Para Suíca, os excessos que foram cometidos e continuam acontecendo contra Lula “são revoltantes e o povo brasileiro já sabe que é perseguição”. Ele defende que a advertência do Comitê de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU) seja acatada pelas instituições do Brasil. “Quanto mais impedem Lula de aparecer ele cresce mais nas pesquisas. A frustração da elite burguesa falida deste país é não ter votos. Quem tem votos é Lula. Lamentável que exista violações graves no país em relação ao próprio direito eleitoral”, frisa o candidato a uma vaga na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), ao lado de representantes do movimento negro, mulheres, juventude, e membros do SindilimpBA, sindicato do qual é representante.

Participaram da inauguração do comitê central em Salvador, além da militância de esquerda da capital e do MST, o ex-deputado Yulo Oiticica, o deputado federal Valmir Assunção (PT-BA), candidato à reeleição. Estiveram ainda a coordenadora-geral do SindilimpBA, Ana Angélica Rabello, a secretária estadual de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi), Fabya Reis, e também o fundador do primeiro bloco afro da Bahia, Vovô do Ilê, o ex-vereador Arnando Lessa (PT), amigos e familiares. “Estamos todos com Suíca. A correria dele em defesa dos trabalhadores e das trabalhadoras ganha mais uma página importante. Não tenho dúvida que vai representar todos de forma exemplar na Assembleia”, salienta Ana Angélica.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.