#Bahia: MST convoca sociedade para marchar pela libertação de Lula; atividades acontecem até dia 17

Postado em abr 9 2019 - 8:49pm por Jornal da Chapada

Marcha Estadual Lula Livre acontece na Bahia entre os dias 10 e 17 de abril | FOTO: Manuela Hernández |

Após um ano da prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o MST na Bahia organiza sua militância e ocupa as ruas para pressionar o judiciário em defesa de sua libertação. No estado baiano, a ‘Marcha Estadual Lula Livre’ acontece entre os dias 10 e 17 de abril e reunirá cerca de 3 mil trabalhadores e trabalhadoras Sem Terra de 10 regiões.

A marcha percorrerá cerca de 48 quilômetros, saindo da cidade de Camaçari em direção a Salvador. Além da pauta ‘Lula Livre’, os Sem Terra marcham pela reforma agrária, que desde o governo do Michel Temer (MDB) sofre ataques, e contra a perda de direitos, como a reforma da Previdência pauta no atual governo Bolsonaro.

Marchar é preciso
“A marcha mobiliza jovens, adultos e idosos, que se colocam à disposição do país na defesa dos direitos historicamente conquistados pela classe trabalhadora”, afirma Evanildo Costa, da direção nacional do MST. “Neste momento, precisamos afirmar que a luta, além de um fundamento político, é uma ação necessária para avançarmos coletivamente na luta pela reforma agrária”, completa

“Diversas tem sido as investidas do atual governo contra os trabalhadores do campo, mas também da cidade. Nossa marcha cumpre o papel de envolver toda classe num grande ato de unidade e luta política. Por isso, convocamos os movimentos, sindicatos e partidos políticos a se somarem conosco neste grande ato de luta popular”, informa Costa.

A Marcha Estadual na Bahia é uma ferramenta histórica realizada pelo MST no estado desde a primeira ocupação, na madrugada do dia 7 de setembro de 1987. Hoje, com quase 32 anos de organização política no estado, o movimento ainda encontra dificuldades. “A conjuntura é difícil, por isso marchar novamente é preciso”, finaliza Costa.

Jornada Nacional
A mobilização faz parte da Jornada Nacional de Lutas pela Reforma Agrária, realizada pelo MST em todo país contra a violência no campo e em memória dos trabalhadores e trabalhadoras Sem Terra assassinados no Massacre de Eldorado dos Carajás. As informações são do Coletivo de Comunicação do MST na Bahia – Página do MST.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.