Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesMenu PrincipalMundoPolítica

Chapada: Prefeito de Morro do Chapéu agride repórter com tapa no rosto dentro de delegacia; veja vídeo

Além da agressão do prefeito, a polícia também investiga violência cometida contra o mesmo repórter pelo presidente da Câmara e um funcionário da prefeitura | FOTO: Montagem do JC/Divulgação |

Mais uma vez o prefeito do município de Morro do Chapéu, na Chapada Diamantina, Léo Dourado (PR), é notícia. E mais uma vez, a notícia é negativa e envolve agressão, censura e desequilíbrio. Tudo que um gestor não precisa para seguir sua atuação como agente público. O caso, dessa vez, aconteceu dentro da delegacia de Morro do Chapéu. Conforme publicação do site Bahia Notícia, a Polícia Civil deve encerrar até a próxima sexta-feira (10) um Termo Circunstanciado de Ocorrência [TCO] que envolve agressão do prefeito contra o repórter Gabriel Bandarra, do site Burburinho News. A polícia também investiga supostas agressões cometidas contra a mesma vítima pelo presidente da Câmara, vereador Antônio Júnior Rocha, e um funcionário da prefeitura, não identificado.

Léo Dourado é acusado de dar um tapa no rosto do repórter Gabriel Bandarra na última sexta-feira (3). O fato ocorreu dentro da delegacia e foi presenciado por policias militares, que depois contiveram o gestor. Procurado pelo site Bahia Notícias, o delegado titular do município, Marcus Pina, disse que o prefeito não foi preso por conta do fato ser considerado “infração de menor potencial ofensivo” e pelo gestor ter assinado a ocorrência. “Por isso, nós o liberamos, é o que prevê a lei. Nós só poderíamos o prender em caso de ele se negar a assinar o termo”, disse.

Segundo vídeo em que conta o episódio, o repórter Gabriel Bandarra narrou que foi até o município chapadeiro para questionar denúncias que apontavam que a esposa do presidente da Câmara tinha dois empregos em Morro do Chapéu e um em América Dourada, fato que apontava para caso de funcionária fantasma. Primeiro, ele teria sido agredido pelo vereador Rocha e um servidor público. Já na delegacia, o repórter foi agredido pelo prefeito.

Ainda segundo o delegado, para encaminhar o TCO à Justiça ele precisa apenas do vídeo do repórter com as agressões na Câmara, além do depoimento do vereador Rocha. Essa não é a primeira vez que o prefeito de Morro do Chapéu se envolve em confusão. No começo do mês de março, ele deu um tapa no rosto de um fazendeiro em uma discussão no distrito de Icó (confira). Em 2018, o gestor tentou agredir um ex-deputado, armando confusão durante a passagem do governador Rui Costa ao município (veja aqui).

Mais informações
No site BNews, também narrou o caso e apontou outros dados importantes para o entendimento dos fatos. O repórter Gabriel Bandarra disse que o episódio de intimidação também teria acorrido na sala de registro do boletim de ocorrência para conversar com o escrivão. Foi descrito um clima de “intimidade muito grande” entre o prefeito e alguns funcionários da delegacia. “Isso nos deixou inclusive com um pouco de medo”, relata. Em seguida, após serem liberados da delegacia, os profissionais foram escoltados até cidade próxima.

Gabriel se diz “desconfortável com a possibilidade de impunidade” quanto ao episódio, e revela a intenção de acionar a justiça. “A quantidade de advogados que nos procurou foi muito grande, inclusive gente ligada a OAB [Ordem dos Advogados do Brasil]. Vamos mover uma enxurrada de processos contra ele. A gente pode até achar que ele vai ficar impune, mas não vamos, de qualquer maneira, deixar de tomar providências”, conclui em entrevista ao BNews.

Prefeito e vereador rebatem
Os suspeitos de agressão se pronunciaram. A assessoria de imprensa do prefeito Léo Dourado afirmou em nota ao site BNews que as alegações a seu respeito são uma tentativa de seus adversários políticos de desqualificá-lo, uma vez que não conseguem “questionar politicamente” sua gestão. O político também classifica o trabalho realizado pela equipe do Burburinho News como “sensacionalista”.

“É de conhecimento de todos que o personagem interpretado (sic) por este repórter usa da ironia, do deboche e da provocação para desqualificar as gestões por onde passa. Para eles, muitas vezes, cabe a crítica pela crítica sem se importar com a honra e a exposição das pessoas, sejam elas gestores e políticas ou cidadãos comuns”, argumenta em nota.

Léo Dourado também lamenta a postura dos profissionais, que em sua opinião “deveriam se encarregar de informar à população”. O prefeito conclui o pronunciamento defendendo a livre atuação da imprensa e a liberdade de expressão. “Reconheço o trabalho dos veículos sérios, cujo o empenho está sempre em estabelecer a verdade independente de posições políticas e partidárias”, afirma.

Já o presidente da Câmara, vereador Antônio Júnior Rocha, via publicação em suas redes sociais, deu declarações em tom semelhante ao do chefe do executivo de Morro do Chapéu. “Hoje, ao final da Sessão Legislativa, um grupo invadiu a Câmara, munido de microfones e filmadoras, com o intuito de fazer chacota e balbúrdia na Casa, e em consequência manchar a imagem de nossa cidade”, escreveu na última sexta-feira (3).

O presidente também descreveu os questionamentos feitos pela reportagem como “vazios”, e afirmou que já foram respondidos legalmente ao TCM os questionamentos a ele feitos. “Não satisfeitos com o que ouviram, passaram a provocar e proferir xingamentos contra os trabalhadores da Casa. O único objetivo dessa turma era fazer tumulto e criar polêmica”, opinou. Ele também conta que, “sem se identificar”, o jornalista e sua equipe invadiram seu gabinete. Jornal da Chapada com informações dos sites Bahia Notícias e BNews.

Vídeo do repórter descreve os acontecimentos

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios