CidadesCuriosidadesEditorialMenu Principal

Suíca rebate deputado bolsonarista que chamou a Bahia de “lixo”: “Respeite o berço da Independência”

Para Suíca, a ideia de desmerecer a Bahia é também um pouco de “inveja” do Delegado Waldir, porque Bolsonaro teve votação baixa no estado | FOTO: Montagem do JC |

O vereador de Salvador, Luiz Carlos Suíca (PT), soltou o verbo ao rebater o deputado bolsonarista, líder do PSL na Câmara Federal, Delegado Waldir (GO), que chamou a Bahia de “lixo” esta semana. Para o edil, falta conhecimento de história, de ética e de civilidade para os defensores ‘ferrenhos’ do governo de Jair Bolsonaro (PSL). “Tem que respeitar o berço da Independência do Brasil. Ao menos 10 revoltas, que aconteceram aqui na Bahia, culminaram com ações nacionais, de interesse de todos os brasileiros. No dia 2 de julho, comemoramos a Independência da Bahia. Este estado, foi um dos mais combativos da história do Brasil, desde o período colonial. Somos de luta!”, descreve Suíca.

De acordo com o petista, “os políticos que atuam contra o Nordeste, que odeiam baianos e nordestinos, têm que ser marcados na história como conspiradores”. O vice-líder da oposição lembra que foi em Cachoeira, no Recôncavo Baiano, que começou as batalhas travadas pela conquista da Independência do Brasil, que tiveram início no dia 25 de junho de 1822. “Foi em Cachoeira que se iniciou o movimento que culminou na proclamação de Dom Pedro I como imperador. Isso sem contar nas belezas naturais que só aqui têm. Temos um litoral belíssimo, com praias paradisíacas, uma das mais lindas chapadas, a Chapada Diamantina, uma das maiores reservas de água do país. Cultura popular explosiva, intelectuais e músicos que nunca foram superados”, completa.

Para Suíca, a ideia de desmerecer a Bahia é também um pouco de “inveja”. Ele aponta que foi no estado baiano que Bolsonaro teve suas maiores derrotas. “No primeiro turno perdeu com pouco mais de 23%, e no segundo foi de lavada. Bolsonaro teve 27% e Haddad mais de 72% dos votos válidos. E não venha falar do PT não, que aqui foi onde mais reduzimos a pobreza, até mais que o Brasil, proporcionalmente falando. Então, é bom respeitar a história. É fundamental respeitar as pessoas, o povo, mas os políticos ligados a Bolsonaro não sabem disso, só entendem de laranjal. Enquanto fazem fumaça, o Queiroz segue sumido. E nós seguimos no meio do caos governamental que essa turma colocou o país”, finaliza.

Etiquetas
Mostrar mais

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Pular para a barra de ferramentas