Pular para a barra de ferramentas
AssessoriaCidadesCuriosidadesMenu Principal
Trending

#Áudio: Clínica nega lista de pacientes atendidos por médico com coronavírus e Rui ameaça fechar unidade

O governador deu o prazo de duas horas para que a lista chegasse às suas mãos para que a unidade médica não fosse fechada pela Vigilância Sanitária.

O governador Rui Costa (PT) ameaçou neste domingo (22) fechar uma clínica na cidade de Entre Rios na qual um médico diagnosticado com coronavírus atendeu a vários pacientes. Ele ligou diretamente para a secretária municipal de Saúde, Michele, confirmou com ela a informação e, ao tomar conhecimento de que o proprietário se negava a lhe fornecer a relação dos atendidos, mandou que ela lhe transmitisse o recado de que solicitaria os dados administrativamente e poderia fechar o estabelecimento.

Rui deu o prazo de duas horas para que a lista chegasse às suas mãos para que a unidade médica não fosse fechada pela Vigilância Sanitária. A informação foi obtida através de um áudio vazando de uma conversa entre o líder do executivo estadual e secretária. Ao ligar para a secretária, o governador, que estava na companhia do secretário estadual de Saúde, Fábio Villas Boas, disse que falava do viva voz.

“Eu estou tendo dificuldade em obter essa relação, pois ele está criando empecilho”, relatou a gestora, que foi prontamente rebatida por Rui. “Avise a ele que se ele não fornecer a relação eu vou mandar a Vigilância Sanitária fechar a clínica hoje e vou fazer a requisição administrativa da clínica. Pode dizer a ele que ele tem o prazo de duas horas para que ele repasse a lista e se ele assim não fizer você pode me retornar”, disparou.

Ouça o áudio aqui

Ele também recomendou à secretária que ela fosse na rádio do município e pedisse para que as pessoas atendidas pelo médico portador do coronavírus procurassem secretaria municipal. Após a ameaça do governador, o dono da clínica voltou atrás e informou, em outro áudio, que disponibilizou o nome dos pacientes atendidos pelo médico.

“Ele [o médico] estava usando o tempo todo a máscara, luvas, EPIs, então acho muito improvável ele ter contaminado alguém, muito pelo contrário, é muito mais fácil a gente no atendimento ser infectado pelo paciente, porque a gente está todo tempo usando álcool em gel, mas em momento alguma a gente criou algum empecilho. Ela (a secretária) foi muito infeliz de ter usado essa colocação. Acho que por ter recebido a ligação do governador ficou nervosa e acabou me colocando numa saia justa”, justificou.

O médico teria prestado atendimentos nas cidades ainda de Esplanada, Cardeal da Silva, Acajutiba e Catu. Informações que circulam na região, dão conta de que ele, identificado pelo próprio governador como Eduardo Santana Ribeiro no áudio vazado, havia chegado de uma viagem dos Estados Unidos A reportagem do Política Livre tentou contato com ele ou com algum familiar, mas não obteve sucesso. As informações são do Política Livre.

Leia também

#Vídeo: Rui reúne equipe, rebate Bolsonaro e cobra ampliação do credenciamento de hospitais no SUS

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios