Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolíticaTop
Trending

#Itaberaba: Secretário rebate e diz que UPA faz testes rápidos e tem medicamentos para tratamento da covid

João Rodrigues esclarece que os testes são realizados mediante agendamento pela equipe de monitoramento, obedecendo os critérios estabelecidos pelo próprio fabricante.

Um vídeo gravado por uma moradora do município de Itaberaba, portal de entrada da Chapada Diamantina, difundido nesta quarta-feira (29), foi descaracterizado pelo secretário de Saúde, João Rodrigues. A mulher publicou as imagens em seu perfil em rede social com relato de seu atendimento na Unidade de Pronto Atendimento 24h (UPA 24h). A unidade é exclusivamente para atendimento de pessoas com sintomatologias relacionadas à covid-19. Ela alega que a UPA não tem realizado teste rápido e que na unidade falta medicamentos.

Em cima do rastro, o titular João Rodrigues, também por meio de vídeo, rebateu e explicou o funcionamento do atendimento na UPA, além de esclarecer sobre a realizações dos testes e o acesso aos medicamentos para tratamento da doença. “Tem circulado nas redes sociais algumas informações inverídicas relacionadas ao serviço de saúde da UPA. [O local] foi designado como unidade de referencia de atendimento com paciente sintomatológico relacionado à covid-19”, aponta o secretário. Ele completa informando que é também uma unidade de testagem que realiza cerca de 60 a 80 testes rápidos por dia.

Rodrigues explica que a realização dos testes rápidos é conduzida por meio de agendamentos pela equipe de monitoramento. Que a medida precisa obedecer os critérios estabelecidos pelo próprio fabricante do teste, uma ferramenta aliada ao processo que gera as diretrizes de combate aos efeitos da crise sanitária. “Ele prevê que após o décimo dia de aparecimento dos sintomas é o dia ideal para que o teste seja aplicado para que não ocorra um falso-negativo”, exemplifica o titular da pasta de Saúde.

É importante ressaltar que o teste rápido identifica o anticorpo produzido quando infectado pelo coronavírus. No início da infecção, antes de 10 dias, o anticorpo não é produzido, logo, no teste não será identificado. “Isso, de alguma forma, favorece que o paciente descumpra o isolamento domiciliar e as recomendações dos órgãos de saúde”, informa João por meio de vídeo. O secretário finaliza o seu pronunciamento, destacando que a unidade de saúde (UPA 24h) dispõe de medicamentos e de testes rápidos para a comunidade itaberabense e pede que a população não seja multiplicadora de informações falsas, as famigeradas ‘fake news’.

Jornal da Chapada

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios