Pular para a barra de ferramentas
AssessoriaCidadesCuriosidadesMenu PrincipalTop
Trending

#Bahia: Democratas tem aumento de 65% no número de mulheres eleitas no estado; sete são prefeitas

A legenda saiu de uma prefeita eleita em 2016 para sete este ano: Cordélia Torres (Eunápolis); Ana Medrado (Mucugê); Eunice Barreto Peixoto (Nazaré); Vilma Gomes (Cansanção); Marlene Dantas (Guaratinga); Jacqueline (Nilo Peçanha); e Dra Monalisa (Ibicaraí).

O partido Democratas teve um aumento de 65% no número de mulheres eleitas na Bahia no pleito deste ano em relação a 2016. No total, 71 prefeitas, vice-prefeitas ou vereadoras foram eleitas no último domingo (15) – há quatro anos, este número foi de 43. O crescimento ocorre devido aos investimentos para incentivar a participação das mulheres na política e para garantir que elas tivessem boas condições de disputarem as eleições.

A legenda saiu de uma prefeita eleita em 2016 para sete este ano: Cordélia Torres (Eunápolis); Ana Medrado (Mucugê); Eunice Barreto Peixoto (Nazaré); Vilma Gomes (Cansanção); Marlene Dantas (Guaratinga); Jacqueline (Nilo Peçanha); e Dra Monalisa (Ibicaraí). Já o número de vereadoras eleitas pelo partido saltou de 38 em 2016 para 60 agora, o que representa crescimento de 57%. Por sua vez, o volume de vice-prefeitas eleitas pela sigla foi quatro, o mesmo registrado há quatro anos.

Nas eleições deste ano, o Democratas registrou um aumento de 33% na quantidade de candidaturas femininas para as eleições municipais em relação a 2016 – o número de candidatas saiu de 683 para 915. As candidaturas de mulheres foram consideradas prioritárias pelo prefeito ACM Neto e pelo deputado federal Paulo Azi, presidentes nacional e estadual do partido, respectivamente.

“Nós tivemos realmente um resultado muito expressivo de mulheres eleitas. Isso foi fruto de um trabalho de longo prazo do partido, que vem realizando uma série de ações para incentivar a participação das mulheres na política, promovendo cursos, seminários e outros eventos específicos para o público feminino”, afirmou Iris Azi, presidente do Mulher Democratas.

Segundo ela, este trabalho será potencializado para que este aumento ocorra, também, nas eleições estaduais e nacionais. “Nós vamos intensificar este trabalho de capacitação e cada vez mais viabilizando ferramentas para que as mulheres disputem as eleições em condições de igualdade com os homens”, ressaltou Iris. As informações são de assessoria.

Etiquetas

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios