CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolítica

Entrevista: Rui Costa critica Paulo Souto e diz que está preparado para governar a Bahia

rui
O pré-candidato petista Rui Costa – FOTO Jornal da Chapada |

Em fase de “consagração das ideias” que serão colocadas no programa de governo, o pré-candidato a governador Rui Costa (PT) destaca seu preparo para trazer mais desenvolvimento ao estado. Ele exalta realizações do governo Wagner e a sua ajuda para que grandes projetos saíssem do papel, a exemplo do metrô. Rui descarta ainda a dianteira da oposição. “Paulo Souto não está avançando. Está no teto do que ele tem”, diz, enfatizando que o democrata já teve a “oportunidade de fazer e não fez”.

Tribuna da Bahia – O PT definiu uma estratégia de mobilização para dar visibilidade ao seu nome. Como tem sido essa fase de pré-campanha na Bahia?
Rui Costa – A estratégia não é dar visibilidade, mas compartilhar com a população, com os militantes, com os filiados partidários a elaboração do programa de governo. No nosso entender, isso cria um vínculo das pessoas interessadas, mesmo aquelas que não são filiadas a partido nenhum, com o que vai ser dito ao longo da campanha. Tem a ver com o que nós queremos construir da política brasileira que é um vínculo cada vez maior com propostas, com ideias e menos com pessoas, que materializam ideias. O que nós queremos consagrar nesse período é um conjunto de ideias debatidas democraticamente com a população para materializar isso em um programa de governo que vai ser registrado na Justiça Eleitoral.

Tribuna – O senhor já começou a definir ou tem um esboço dos homens que vão ser os seus principais auxiliares nessa caminhada, incluindo comunicação, propaganda, marketing?
Rui – Já começamos a definir sim a parte de coordenação de campanha, de assessoria de comunicação, assessoria de imprensa, a parte da campanha propriamente dita e a parte jurídica. Tudo isso já está definido e são coisas que temos que preparar antes para no dia 5 já estar funcionando. Já estamos fazendo reuniões nesse sentido.

Tribuna – O senhor poderia antecipar esses nomes?
Rui – A coordenação da campanha vai ser Carlos Martins. Ela vai sair do CTB; publicidade vai ter a coordenação do Sidônio Palmeira; a imprensa vamos ter ajuda da Camila Perez, que trabalhava comigo; André Curvelo vai ajudar na assessoria de relacionamento com a imprensa; e na assessoria jurídica temos um conjunto de advogados que já prestavam serviço para o PT e outros que estamos incorporando. Hoje me reúno com eles para negociar o contrato final. De hoje para amanhã eu devo assinar o contrato, na verdade um pré-contrato, já que não tem campanha ainda. A partir do dia 5, já com conta aberta e registro feito, fazer o contrato definitivo.

Leia entrevista completa na Tribuna da Bahia…

Mostrar mais

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios
Pular para a barra de ferramentas