Brasil é bronze na Olimpíada Internacional de Biologia

Postado em jul 16 2014 - 10:17am por Jornal da Chapada
bronze

Allan Costa, Gabriel Santos, Thiago Santos e Bruno Almeida são bronze na Olimpíada realizada na Indonésia | FOTO: Divulgação |

O Brasil conquistou a medalha de bronze na Olimpíada Internacional de Biologia (IBO, na sigla em inglês) realizada em Bali, na Indonésia, entre os dias 6 e 13 de julho. O medalhista foi Allan dos Santos Costa, aluno do Centro Educacional da cidade de Bauru (SP). A olimpíada reuniu, ao todo, 61 países. A delegação brasileira ainda contou com os estudantes Bruno Almeida Costa (Colégio Farias Brito, CE), João Gabriel Santos (Instituto Federal De Educação Ciência E Tecnologia – Campus Formosa, GO) e Thiago Matheus Santos Rios (Instituto Federal De Educação Ciência E Tecnologia, BA). Os líderes da equipe foram os professores Rubens Oda, José Carlos Pelielo e Daniel Henrique de Souza.

Oda, coordenador nacional da Olimpíada Brasileira de Biologia (OBB), reforça que a participação numa competição internacional contribui no aperfeiçoamento do nível curricular do Brasil. “Dessa forma, pretendemos ampliar a divulgação de novas descobertas e da aprendizagem científica entre os nossos jovens”, enfatiza. Segundo a Dra. Leila Macedo, presidente da Associação Nacional de Biossegurança (ANBio), instituição responsável pela OBB, os jovens obtiveram grande mérito ao levar o nome do país para o campo da Biologia num evento internacional mesmo com o pouco apoio do Governo Federal. “O comprometimento dos nossos estudantes foi tão grande que tiveram de deixar de lado os jogos da Copa para se dedicarem à olimpíada”.

“Infelizmente, a falta de apoio não nos permitiu realizar um treinamento laboratorial que cobrisse todo o programa da IBO. Tal fato coloca nossos alunos em desvantagem em relação aos dos demais países. O investimento de países medalhistas de suas equipes nas olimpíadas internacionais é da ordem de mais de US$ 500 mil. Só com comprometimento do Governo Federal e do empresariado brasileiro conseguiremos chegar à medalha de ouro tão sonhada”, enfatiza Leila.

Ela informou que a instituição contou apenas com os recursos da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj) para as duas primeiras fases da OBB e com o apoio de uma única empresa, a Catalita soluções de São Paulo. “O recurso aprovado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) será contabilizado apenas esta semana e só dará para cobrir as despesas com a participação da delegação brasileira na Olimpíada Ibero-Americana de Biologia que acontecerá no México em Setembro”.

cerimônia

Cerimônia da IBO 2014 | FOTO: Divulgação |

A presidente da ANBio adianta que agora a coordenação está em busca de patrocínios de empresas para o Brasil poder enviar estudantes para a próxima edição da IBO, que será em Aarhus, na Dinamarca. “Em 10 anos que participamos das Olimpíadas Internacionais, já provamos que estamos no caminho certo. A meritocracia na Educação através da Olimpíada de Biologia tem propiciado o estímulo de jovens a ingressarem em carreiras cientificas e aproximado o Brasil dos países líderes em Ciência, Tecnologia e Inovação”, enfatiza Dra. Leila.

Para participar
Os alunos que têm interesse em representar o Brasil nas próximas edições das Olimpíadas Internacional e Ibero-Americana de Biologia devem se inscrever na Olimpíada Brasileira de Biologia do ano que vem. O cadastro é bem simples. Primeiramente, é preciso que um professor da escola se credencie pelo site da OBB (http://www.anbiojovem.org.br/).. Depois, esse mesmo professor inscreve cada aluno na olimpíada.

Antes de viajar, os jovens passam por um treinamento intensivo com professores das Universidades do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), Federal Fluminense (UFF) e Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Durante a programação, os estudantes participam de aulas teóricas e práticas de Bioquímica, Biotecnologia, Microscopia, Ecologia, Genética, Histologia vegetal e Dissecção de vertebrados e invertebrados.

Apoio à iniciativa
Instituições e empresas que tenham interesse em incentivar a iniciativa da Associação Nacional de Biossegurança (ANBio) podem entrar em contato pelo e-mail olimpí[email protected] ou pelos telefones (21) 2220-8678 ou 2215-8580.

Sobre a ANBio
A Associação Nacional de Biossegurança (ANBio) foi criada em 1999 com o objetivo de difundir informações a respeito dos avanços da biotecnologia moderna e seus mecanismos de controle. No seu escopo de trabalho, estão a promoção do conhecimento relativo à biossegurança e de suas práticas, como disciplina científica, além da capacitação e orientação de profissionais que implementam a biossegurança em instituições de pesquisa e ensino da área biomédica. ANBio na internet: www.anbio.org.br.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.