Rui quer regionalizar saúde, com atendimento de qualidade mais perto da população

rui

Rui Costa é candidato a governador da Bahia pela coligação “Pra Bahia Mudar Mais” | FOTO: Divulgação |

Criar e fortalecer uma rede de atendimento hospitalar regionalizada na Bahia, garantindo o acesso aos serviços de saúde com eficiência, qualidade e cobertura na capital e no interior é o propósito de Rui Costa, candidato a governador da Bahia pela coligação “Pra Bahia Mudar Mais”. Ele insiste na proposta em encontros com políticos, lideranças e nas entrevistas para imprensa, ressaltando que o objetivo é trabalhar em parceria com os municípios, entidades filantrópicas, universidades e iniciativa privada, aproximando os serviços da população para dar atendimento digno à clientela do Sistema Único de Saúde (SUS).

“Vou levar atendimento em diversas especialidades médicas para perto da casa das pessoas”, disse, ao garantir que nenhum paciente do interior deveria ter que se deslocar para os grandes centros urbanos para fazer consultas com especialistas e para procedimentos de média e alta complexidade, em áreas como cardiologia, oncologia e ortopedia, por exemplo. “Os baianos não vão mais precisar viajar 500, 600 quilômetros para ter atendimento especializado e de boa qualidade. Poderão ser atendidos mais perto de casa, acompanhados por pessoas da família, pra ter conforto e apoio num momento difícil”, sinalizou Rui Costa.

Confiante no sucesso do Programa Mais Médicos, realizado em parceria com o governo federal, que levou 1,4 mil profissionais a 378 municípios baianos, com atendimento básico e prevenção de doenças, Rui pretende ampliar e estruturar a rede hospitalar pública, envolvendo pelo menos mais oito hospitais. Ele antecipa que “novos hospitais serão entregues, a exemplo do Hospital Metropolitano, Hospital da Costa do Cacau, no eixo Ilhéus-Itabuna, novo Hospital Regional de Feira de Santana, novo Hospital Couto Maia, Hospital de Seabra, um hospital para atender a população da Região Oeste e dos territórios Piemonte Norte do Itapicuru e Piemonte da Diamantina e Hospital do Sisal e Nordeste, com destaque para o funcionamento do Hospital de Caetité voltado ao atendimento de Oncologia, no qual já existe a infraestrutura”.

O candidato petista destaca que o governador Jaques Wagner avançou muito na área, pois há sete anos a Bahia tinha apenas um hospital geral (HGE) em Salvador. Agora com mais cinco novos (Hospital do Subúrbio em Salvador, Hospital Estadual da Criança em Feira de Santana, Hospital Regional de Juazeiro, Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus, Hospital Regional de Irecê), já existem seis no estado. E celebra: “Na semana passada o governador inaugurou uma unidade em Cristópolis, no Oeste, onde investiu R$ 600 mil na implantação e repassará R$ 1,7 milhão por ano, através de contrato entre a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) e o Fundo Municipal de Saúde, para garantir o bom funcionamento da unidade”.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.