Chapada: Iaçuense morre em acidente de carro em Minas Gerais

Postado em ago 4 2014 - 3:22pm por Jornal da Chapada
acidente2

O Corpo de Bombeiros de Manhuaçu chegou ao local e de imediato iniciou as buscas por sobreviventes fora do carro, já que o veículo estava submerso | FOTO: Divulgação |

Um homem, natural do município de Iaçu, na Chapada Diamantina, morreu em acidente de carro na ponte sobre o Rio Manhuaçu, na BR-116, trecho na altura de São João do Manhuaçu, estado de Minas Gerais. De acordo com informações do site Iaçu Notícias, enviadas ao Jornal da Chapada, Renato Alves Queiroz tinha 33 anos e morava no município de Carapicuíba, interior do estado de São Paulo. O acidente aconteceu na madrugada do última domingo (3). O lavrador Juscelio Thomaz de Aquino, que mora próximo ao local do acidente, narrou que acordou com um forte barulho. “Ouvi um estrondo, levantei e saí para fora, não vi nada, cheguei até a beira do rio e vi só um pedaço do carro fora d’água, aí corri e liguei para os bombeiros e para a Polícia Rodoviária Federal”, disse.

acidente

| FOTO: Divulgação |

O policial rodoviário federal, de prenome Faria, explicou que os primeiros levantamentos apontam que o veículo Eco Sport, com placa de São Paulo, seguia sentido Realeza para São João do Manhuaçu quando, em uma curva, o motorista perdeu o controle da direção e saiu da pista. “Acredita-se que ele tenha dormido ao volante, pelo horário do fato”, explicou o policial. O Corpo de Bombeiros de Manhuaçu chegou ao local e de imediato iniciou as buscas por sobreviventes fora do carro, já que o veículo estava submerso. “Realizamos varredura no leito e nas margens do rio, mas não encontramos ninguém. A lataria do veículo ficou completamente amassada e o motorista morreu preso dentro do carro. O impacto foi muito forte, o carro atravessou o rio voando e bateu no barranco na outra margem, caindo dentro d’água”, ressaltou o sargento Eduardo Dias.

fotos

| FOTO: Divulgação |

O membro do Corpo de Bombeiros de Manhuaçu explicou ainda que foi preciso o auxílio do guincho para resgatar o corpo da vítima. “Com a ajuda do pessoal do socorro retiramos o carro de dentro do rio e o levamos para a margem da rodovia e, com o uso de um desencarcerador, abrimos a porta do carro e retiramos o motorista, que infelizmente já havia morrido devido a lesões causadas pelo acidente”.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.