Petistas debatem reforma agrária com MLT e inauguram comitê no sul da Bahia

Postado em ago 11 2014 - 5:40pm por Jornal da Chapada
valmir

Encontro com o MLT em Una debateu reforma agrária e estratégia de campanha | FOTO: Peter Shilton |

O deputado federal Valmir Assunção (PT-BA), que busca a reeleição no pleito deste ano, cumpriu agenda na região sul da Bahia neste final de semana. Valmir esteve com o candidato a deputado estadual Luiz Carlos Suíca (PT), no sábado (9), no município de Una onde debateu reforma agrária e estratégias de campanha. A plenária com os militantes do Movimento de Luta pela Terra (MLT) também selou o apoio do grupo à dobradinha petista. Segundo Damião Muniz, um dos coordenadores estaduais do MLT, o encontro representa o fortalecimento político do movimento. “Essa plenária de apoio aos deputados Valmir e Suíca unifica os militantes do MLT. Essa é a primeira vez, em 26 anos de existência do movimento, que escolhemos nossos representantes políticos numa eleição”, aponta o coordenador.

Para Valmir, o mesmo compromisso que tem com o Movimento dos Trabalhadores sem Terra (MST), tem com o MLT. “Esse compromisso é com o povo que luta e não desiste. Conheço as necessidades dos companheiros nos assentamentos e acampamentos, não deixarei a luta da reforma agrária fora da pauta do Congresso, nem da sociedade. Vamos continuar avançando”, declara Valmir em pronunciamento.

Dando continuação às agendas no sul da Bahia, os petistas Valmir e Suíca inauguraram o comitê de campanha no município de Itajuípe, no final da tarde do sábado (9). Durante o encontro, Suíca disse que é impossível negar o enorme avanço social que os 12 anos de governo do PT. “Precisamos continuar avançando. Quero lembrar que sei como os trabalhadores da limpeza urbana eram tratados e com a forma de fazer governo do PT, essa desigualdade diminuiu. Conto com meus companheiros de Itajuípe para continuar lutando por um país mais justo”, declara o candidato a estadual.

Os parlamentares reuniram lideranças da região, em carreata até as instalações do espaço de mobilização da campanha, onde foram recebidos por militantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) com músicas que relatavam a luta e resistência dos assentados de reforma agrária. “Agora é o momento de intensificar as agendas, e isso já está acontecendo. Vamos realizar comícios e carreatas em diferentes regiões para levar o nome de Rui, de Otto e de Dilma, mas também para ampliar nossa base política”, salienta Valmir Assunção.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.