Chile diz que explosão no metrô de Santiago foi ‘ato terrorista’

chile

Sete pessoas ficaram feridas na estação Escuela Militar. Extintor com pólvora explodiu dentro de cesto de lixo, dizem fontes | FOTO: Ilustrativa |

O governo do Chile condenou a explosão no metrô de Santiago nesta segunda-feira (8) e a classificou como “ato terrorista”, informa a agência de notícias France Presse. “Pessoas inocentes foram afetadas por este ato terrorista. O governo vai recorrer à Lei Antiterrorista”, afirmou o porta-voz do governo chileno, Álvaro Elizalde. A explosão deixou pelo menos sete pessoas feridas, algumas delas em estado grave. Um dos feridos teve os dedos de uma mão amputados, informa a Associated Press. De acordo com informações publicadas pelo portal de noticias Emol, a explosão ocorreu por volta das 14h locais (mesmo horário no Brasil) na estação Escuela Militar.

Fontes ligadas à investigação disseram que um extintor com pólvora explodiu dentro de um cesto de lixo que fica perto de um estabelecimento que vende comida na galeria subterrânea que está conectada com a estação de metrô. Neste ano, 28 bombas explodiram em diversos lugares da cidade, uma delas em outra estação de metrõ. Devido a uma intensa campanha policial os ataques diminuiram há cerca de um mês. A policia, os bombeiros e ambulâncias trabalham no local. Do Portal G1.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.