Pular para a barra de ferramentas
CidadesCuriosidadesMenu PrincipalPolícia

Coronel Anselmo Brandão assume Comando-Geral da Polícia Militar

foto
O comando tem a função de aprimorar os trabalhos realizados na última gestão | FOTO: Matheus Pereira |

No ano em que a Polícia Militar da Bahia completa 190 anos, o governador Rui Costa nomeou o novo comandante-geral da Instituição. A cerimônia de transmissão do cargo foi realizada na manhã desta sexta-feira (9), na Vila Policial Militar do Bonfim, em Salvador. Com 32 anos de carreira militar, o coronel Anselmo Brandão, que estava lotado como comandante do Policiamento Regional Atlântico de Salvador, foi escolhido para substituir o também coronel Alfredo Castro, que ocupou por três anos e nove meses a mais alta patente dentro da corporação. “Tenho orgulho da Polícia Militar da Bahia, pela sua representatividade e pelo papel desempenhado. Espero que em quatro anos tenhamos uma polícia que seja cada vez mais referência para o Brasil. Estou falando de uma polícia cidadã, que se empenhe com louvor para garantir a segurança da população. É indiscutível a importância dessa instituição, que este ano completa 190 anos de existência”, destacou o governador.

O comando tem a função de aprimorar os trabalhos realizados na última gestão. Para isso, Brandão, de 52 anos, vai liderar uma tropa de 32 mil policias militares, que atuam em 20 batalhões, 82 companhias independentes, 21 unidades especializadas e 12 colégios da PM, quatro batalhões-escola, além do efetivo da Academia de Polícia Militar e do Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças. “Vamos otimizar e potencializar as ações que já estão sendo implementadas. É um desafio necessário para mim e para a corporação. Nós faremos um novo modelo de gestão, seremos uma polícia ainda mais presente, para que a população possa ter uma maior sensação de segurança”, afirmou o novo comandante-geral.

Anselmo Brandão
O oficial já foi comandante da Academia de Polícia Militar, atuando na formação de oficiais; e comandante do 18º Batalhão da Polícia Militar do Centro Histórico. Coordenou ainda a implantação do programa federal Território de Paz na 23ª Companhia Tancredo Neves, na capital baiana, onde também comandou a equipe. Liderou também a 11ª Companhia Independente da Barra e a 10ª Companhia Independente de Candeias. Por seis anos, assumiu o posto de ajudante de ordem do Presidente do Tribunal de Justiça.

Para o secretário de Segurança Pública, Maurício Barbosa, o comandante geral Anselmo Brandão tem todos os requisitos para direcionar a Polícia Militar para melhores resultados. “O comandante Brandão é experiente, tem uma carreira de entrega à polícia. Ele tem capacidade de fazer o que esperamos, que é o desenvolvimento dos nossos projetos, a exemplo do Pacto Pela Vida, que foi uma inovação na forma de se pensar segurança pública. A comunidade clama não só por um combate mais efetivo contra a criminalidade, mas também uma parceria com a polícia”, pontuou Barbosa.

Despedida de Castro
Durante a transmissão de cargo, o coronel Alfredo Castro agradeceu o apoio que teve de autoridades, amigos, parentes e companheiros da corporação. Para o oficial, ao fim da gestão, os serviços desenvolvidos são bem avaliados. “Nós temos certeza do bom trabalho que foi feito para a evolução na estrutura da Polícia Militar da Bahia. Trabalhamos de forma incansável para garantir maior segurança para a população. Estou com a sensação de que dei o meu melhor, sensação de dever cumprido”, afirmou.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios