Vereadora de Salvador quer Mesa Diretora da Câmara ocupada por mulheres

Postado em mar 11 2015 - 6:15pm por Jornal da Chapada
aladilce

Para a comunista Aladilce Souza, a promoção de políticas que ofereçam oportunidades para mulheres ocuparem papéis cada vez mais ativos | FOTO: Divulgação/Ascom |

Três dos 11 cargos da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Salvador poderão ser obrigatoriamente preenchidos por mulheres caso um projeto de resolução proposto pela vereadora Aladilce Souza (PCdoB) seja aprovado na Casa. O documento dispõe sobre a obrigatoriedade da reserva mínima de 30% das colocações da Mesa para mulheres e, se aprovado, já valerá para a eleição dos membros em 2017.

Para a legisladora, a promoção de políticas que ofereçam oportunidades para mulheres ocuparem papéis cada vez mais ativos é essencial para superar a desigualdade entre gêneros. “A aprovação deste projeto significa o reconhecimento do direito da mulher de ocupar os espaços de poder. Este direito não pode ficar submetido à conjuntura”, explica.

A Mesa Diretora da Câmara é constituída pelas funções de presidente, 1° vice-presidente, 2° vice-presidente, 3° vice-presidente, 1° secretário, 2° secretário, 3° secretário, 4° secretário, ouvidor, ouvidor substituto e corregedor. Na atual legislatura, apenas o cargo de ouvidor-substituto é desempenhado por uma mulher, a vereadora Cátia Rodrigues (PRO). As mulheres representam 11% da composição da Casa.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.