Suíca diz que deputados baianos “querem precarizar relação de trabalho” com aprovação de projeto

Postado em abr 10 2015 - 2:15pm por Jornal da Chapada
suica

O vereador e líder da oposição em Salvador, Luiz Carlos Suíca | FOTO: Divulgação |

O vereador e líder da oposição em Salvador, Luiz Carlos Suíca (PT), se pronunciou nesta sexta-feira (10), na Câmara Municipal, e criticou os parlamentares baianos que votaram a favor do texto-base do Projeto de Lei nº 4330, que regulamenta a atividade de terceirização em empresas. De acordo com o edil petista, a ideia dos parlamentares é precarizar a relação de trabalho e continuar se beneficiando com recursos para campanhas eleitorais.

“Isso já aconteceu em 2014. Analisei os dados e vi que não necessariamente são empresas terceirizadas que injetam dinheiro nas campanhas dos que votaram a favor. Se observar bem, são indústrias de bebidas e de alimentos que investem nas eleições desses deputados. E a conta é simples, eles querem terceirizar os serviços para baratear o trabalho e ganhar mais dinheiro”, dispara Suíca.

Mesmo sendo membro de um sindicato de trabalhadores terceirizados (Sindilimp-BA), o parlamentar petista é contra a aprovação do projeto de terceirização e diz que a nova regra “vai aumentar ainda mais o desrespeito por parte dos patrões aos direitos sociais”, se comparados àqueles conquistados por funcionários de vínculo direto.

“Conheço a realidade dos terceirizados, hoje são 12,7 milhões de funcionários, cerca de 26,8% do mercado de trabalho no país. E os deputados querem que esse número suba e as empresas lucrem mais para investirem mais na campanha deles. Assim como existe a ‘bancada da bala’ no Congresso tem também a ‘bancada da indústria’, que aposta na PL 4330. Mesmo sabendo que hoje a máquina pública funciona com 70% da terceirização, não queremos essa regra. O que queremos é estabilidade no emprego, serviços públicos de qualidade e não terceirizados que ficam dois, três meses sem receber salários, que é o que acontece atualmente”.

Sobre o Autor

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Deixe Uma Resposta

Você deve ser logando em para postar um comentário.