CidadesCuriosidadesMenu Principal

Bahia: Pesquisa vai mapear fluxo turístico gerado pela Capoeira

capoeira
Capoeira no Forte Santo Antônio Além do Carmo | FOTO: Divulgação/Rita Barreto |

Expressão cultural genuína do Brasil, a capoeira é alvo de uma pesquisa que visa destacar a sua relação com a atividade turística. A iniciativa busca mostrar a internacionalização dessa prática e seu poder de mobilização e movimentação de capoeiristas.

A pesquisa, desenvolvida pela Universidade de Barcelona (Espanha), no curso de Gestão de Cultura e Patrimônio, conta com a orientação do Escritório Internacional da Capoeira e Turismo (EICT), da Secretaria de Turismo do Estado (Setur). A intenção é captar informações através de um formulário disponibilizado na internet com o objetivo de mapear o fluxo turístico gerado pelo esporte no Brasil.

O questionário on-line consta de 11 perguntas que devem ser respondidas pelos mestres e contramestres responsáveis pelos grupos de capoeira, buscando identificar em que paí­ses estão instalados esses grupos, quantos praticantes eles recebem no Brasil, e qual é o tempo de permanência no país.

Para que o objetivo seja alcançado, o escritório tem mobilizado, pela sua fanpage, grupos já identificados como geradores de fluxo turístico na Bahia. A Setur, por meio do EICT, terá acesso aos dados brutos e ao resultado final da pesquisa que servirá como diagnóstico do fluxo gerado pela capoeira, assim como subsidiará as ações da Setur para os próximos anos. Até o final de agosto, grupos que tenham um trabalho internacionalizado podem responder ao questionário.

As informações que orientam o trabalho e o formulário de levantamento de dados estão disponíveis no site.

Jornal da Chapada

| Bem vindo ao espaço virtual do JORNAL DA CHAPADA |

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios